Rio de Janeiro Polícia prende homem com 300 mil vídeos de pornografia infantil

Polícia prende homem com 300 mil vídeos de pornografia infantil

Criminoso foi capturado em condomínio de luxo no Recreio dos Bandeirantes, na zona oeste do Rio 

  • Rio de Janeiro | Inácio Loyola, do R7*, com Vívian Casanova, da Record TV Rio

Um homem apontado como um dos maiores consumidores de pornografia infanto-juvenil no Rio de Janeiro foi preso, nesta segunda-feira (4). Ele foi capturado por agentes da DCAV (Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima) em um condomínio de luxo do Recreio dos Bandeirantes, na zona oeste.

Ação foi realizada pela DCAV

Ação foi realizada pela DCAV

Divulgação/Polícia Civil

Segundo a polícia, o criminoso mantinha dentro de casa uma das maiores redes de conteúdo pornográfico infantil do Brasil. Os peritos ICCE (Instituto de Criminalística Carlos Éboli) encontraram mais de 300 mil vídeos em que crianças aparecem nas mais diversas práticas de sexo explícito com adultos.

O material chocou os policiais por causa do conteúdo pesado envolvendo menores de idade.

De acordo com a polícia, o homem trabalhava como advogado em um escritório de Jacarepaguá. A DCAV solicitou à Justiça mandados de busca e apreensão no local de trabalho e na residência do criminoso.

A delegacia também solicitou a quebra do sigilo de dados do acusado. Um representante da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) acompanhou a ação realizada no escritório de advocacia.

O advogado, de 48 anos, foi preso em flagrante por pedofilia e não tem direito ao pagamento de fiança. A prisão faz parte da Operação Semana da Criança, do DGPE (Departamento-Geral de Polícia Especializada), em que diversas delegacias estão envolvidas em medidas preventivas às vésperas do Dia das Crianças.

*Estagiário do R7, sob supervisão de PH Rosa

Últimas