Rio de Janeiro Polícia prende suspeito de integrar quadrilha do miliciano "Ecko"

Polícia prende suspeito de integrar quadrilha do miliciano "Ecko"

Grupo atua na zona oeste do Rio e na Baixada Fluminense, praticando extorsão e cobrando serviços a moradores e comerciantes da região

milícia, suspeito, preso,

Armas e munições foram apreendidos com o suspeito

Armas e munições foram apreendidos com o suspeito

Divulgação

A Polícia Civil prendeu nesta sexta-feira (22), em Campo Grande, zona oeste do Rio de Janeiro, um suspeito de integrar uma quadrilha de milicianos que tem o líder conhecido como "Ecko".

Mulher fica com seio preso em porta de composição do metrô do Rio

Com o suspeito foram apreendidos duas pistolas, um fuzil, munições e coletes à prova de bala.

O homem é apontado pela polícia como integrante de uma milícia que atua no mesmo bairro, praticando extorsão e cobrando serviços a moradores e comerciantes da região.

A ação foi coordenada por policiais da Draco (Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas e Inquérito Especiais) e teve o apoio da Subsecretaria de Inteligência da Polícia Civil. 

No último dia 14, a polícia fez uma grande operação para cumprir 20 mandados de prisão e 18 de busca e apreensão contra a mesma quadrilha, que também atua na zona oeste da capital e na Baixada Fluminense.

Assista ao vídeo: vazamento de informações reduz impacto de operação contra milícia

*Estagiário do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira