Rio de Janeiro Polícia realiza operação contra pornografia infanto-juvenil no RJ

Polícia realiza operação contra pornografia infanto-juvenil no RJ

Operação Revelação cumpre nove mandados de busca e apreensão na capital, Niterói, São Gonçalo, Tanguá e Cachoeiras de Macacu

  • Rio de Janeiro | Rafael Nascimento do R7 *

Policiais da DPCA durante operação

Policiais da DPCA durante operação

Reprodução/ Record TV Rio

A DPCA (Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente) de Niterói, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro, realiza nesta quinta-feira (8), a 6ª fase da Operação Revelação, que busca cumprir nove mandados de busca e apreensão em cinco municípios do Estado: Rio de Janeiro, Niterói, São Gonçalo, Tanguá e Cachoeiras de Macacu. O objetivo principal é identificar usuários suspeitos de armazenar e compartilhar material digital contendo pornografia infanto-juvenil.

As investigações apontam que os suspeitos são responsáveis por efetuar o download e upload de centenas de materiais digitais, tais como fotos e vídeos com imagens de crianças com meses de idade até adolescentes praticando ativamente e/ou passivamente cenas de sexo explícito ou de cunho pornográfico.

Até o fechamento desta matéria sete pessoas haviam sido conduzidas à DPCA e duas foram presas em flagrante.

Os mandados de buscas são expedidos pela 2ª Vara Criminal de Niterói e a ação é realizada, simultaneamente, em nove endereços, com o apoio de 60 policiais do DGPE (Departamento Geral de Polícia Especializada), com peritos do ICCE (Instituto de Criminalística Carlos Éboli).

Os suspeitos, a depender da conduta, podem responder pelos crimes dos artigos do ECA (Estatuto da Criança e Adolescente) 241-A, que tem pena de reclusão de três a seis anos mais multa, e 241-B, que tem pena de reclusão de um a quatro anos mais multa.

*Estagiário do R7 sob supervisão de PH Rosa

Últimas