Rio de Janeiro Polícia solicita laudo de perícia em barracão de escola de samba de carro que imprensou menina no Rio

Polícia solicita laudo de perícia em barracão de escola de samba de carro que imprensou menina no Rio

Além de documento do Corpo dos Bombeiros, agentes querem carteira de habilitação de motorista de alegoria

  • Rio de Janeiro | Do R7, com Fernanda Macedo, da Record TV Rio

Polícia espera depoimento de motorista de alegoria

Polícia espera depoimento de motorista de alegoria

Reprodução / Record TV

A Polícia Civil do Rio entregou um ofício ao Corpo de Bombeiros pedindo a apresentação do laudo de vistoria do barracão da escola de samba Em Cima da Hora, responsável pela alegoria que imprensou a menina Raquel Antunes da Silva, de 11 anos, que morreu após ficar dois dias no hospital. Agentes também solicitaram ao Detran a carteira de habilitação do motorista que dirigia a alegoria.

Nesta quarta-feira (4), agentes da 6ª DP (Cidade Nova) aguardam os diretores da LigaRJ e o condutor do carro para prestar depoimento.

Mãe de menina prensada por carro alegórico nega ter escrito mensagem nas redes sociais

O motorista era esperado na quinta-feira (28), mas não compareceu à delegacia para ser ouvido na investigação sobre o acidente.

Raquel foi prensada por alegoria

Raquel foi prensada por alegoria

Reprodução

De acordo com informações da Record TV Rio, a agremiação, intimada a apresentar o condutor do veículo, alegou não ter localizado o funcionário.

Até o momento, ao menos dez pessoas já prestaram depoimento na 6ª DP (Cidade Nova) sobre o caso. Entre elas estão a mãe da criança e um diretor da escola de samba Em Cima da Hora, que disse ter contratado um reboque “de boca” no final do desfile na Sapucaí.

As imagens de câmera de segurança do local onde aconteceu o acidente com Raquel, no último dia 20, mostram que o carro alegórico foi puxado por um caminhão-guincho em meio à circulação de adultos e crianças na área de dispersão.

A criança foi imprensada pelo carro alegórico contra um poste no primeiro dia de desfiles das escolas de samba do Carnaval do Rio. Ela foi socorrida e teve uma perna amputada. Raquel morreu após quase dois dias internada em estado grave.

Últimas