Rio de Janeiro Polícia tenta identificar suspeitos de praticar bullying contra criança

Polícia tenta identificar suspeitos de praticar bullying contra criança

Além de ter sido xingada, a menina de 11 anos foi induzida ao suicídio por alunos no grupo da escola em um aplicativo de troca de mensagem, segundo a mãe

  • Rio de Janeiro | Irislayne Tavares, do R7*, com Record TV Rio

Os policiais da DCAV (Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima) buscam identificar os suspeitos de praticar cyberbullying contra uma menina de 11 anos em um aplicativo de troca de mensagens. 

Mensagens foram trocadas em grupo entre alunos

Mensagens foram trocadas em grupo entre alunos

Reprodução/ Record TV Rio

Em entrevista à Record TV Rio, a mãe da vítima contou que além de xingamentos, os alunos ameaçavam e induziam a menina ao suicídio no grupo da escola.

"Crimes foram cometidos, induzindo ao suicídio, ameaçando e acusando de coisas que ela não fez", contou  a mulher, que não quis se identificar.

Leia mais: Pedágio da ponte Rio-Niterói vai aumentar a partir de sábado (7)

Logo após saber dos ataques, a mãe da vítima desabafou nas redes sociais. No texto, ela disse que comunicou a escola sobre o caso e que a filha foi encaminhada para a psicóloga, mas que não houve uma punição para os agressores.

A mãe disse ainda que "nenhuma criança merece passar por isso", principalmente a filha que é "tão especial".

Leia também: Operação internacional contra a pedofilia tem dois presos no Rio

Em nota, o colégio disse que lamenta o ocorrido e informou que "irá disponibilizar toda a estrutura para dar apoio necessário à aluna."

*Estagiário do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira

Últimas