Rio de Janeiro Prefeito entrega Centro Internacional de Transmissão para Comitê Rio 2016

Prefeito entrega Centro Internacional de Transmissão para Comitê Rio 2016

Emissoras de TV e rádio donas dos direitos de transmissão do evento irão se instalar no prédio

  • Rio de Janeiro | Do R7, com Agência Brasil

Prédio foi entregue neste domingo (8)

Prédio foi entregue neste domingo (8)

Divulgação / Prefeitura do Rio

O prefeito do Rio, Eduardo Paes, entregou ao Comitê Rio 2016 o prédio do IBC (Centro Internacional de Transmissão), no Parque Olímpico, Barra da Tijuca, zona oeste do Rio, neste domingo (8). As emissoras de TV e rádio de todo o mundo detentoras dos direitos de transmissão do evento irão se instalar no prédio. O IBC é o primeiro equipamento olímpico entregue ao Comitê e que vai servir somente ao evento.

Com um total de oito pavilhões, equivalentes, segundo o prefeito, ao dobro de todos os estúdios das televisões do país, o IBC concentrará a geração e transmissão das imagens das competições durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos do Rio de Janeiro, que ocorrerão no município a partir de 5 de agosto do próximo ano. 

Eduardo Paes destacou que é a primeira vez na história da Olimpíada que o IBC é construído com recursos privados. O projeto foi incluído na parceria público privada do Parque Olímpico assinada com a Concessionária Rio Mais, que o transformará, após os Jogos, em empreendimentos comerciais.

— Esse equipamento  (IBC), em Londres, custou a cifra de 400 milhões de libras. Ao câmbio de hoje, isso significa algo em torno de R$ 3 bilhões. O nosso Parque Olímpico todo não custa isso. (São) 3 bilhões [de libras] de dinheiro público, de imposto pago pelo povo inglês. Esse aqui, nosso, custou perto de R$ 400 milhões e não tem um tostão pago pela população. É tudo dinheiro privado.

O IBC reúne, no edifício principal, 12 estúdios de cerca de 5 mil metros quadrados cada e, de acordo com informação da assessoria de imprensa da prefeitura, envolveu investimento privado de R$ 300 milhões.

Eduardo Paes disse que todas as instalações para os Jogos Olímpicos de 2016 serão entregues dentro do prazo previsto.

— Nós vamos cumprir com todos os prazos. Nós vamos entregar tudo no tempo. A gente vai mostrar que no Brasil, nem tudo é escândalo e obra atrasada. Dá para fazer as coisas com seriedade e de maneira adequada.

O prefeito informou que o Parque Olímpico está com 92% das obras prontas. Ele envolve 1,18 milhão de metros quadrados e será palco de disputas de 16 modalidades olímpicas e nove paralímpicas. Após os Jogos, o Parque Olímpico reunirá um complexo educacional e esportivo destinado a estudantes da rede municipal de ensino e a atletas de alto rendimento, com uso compartilhado por projetos sociais e eventos, informou a prefeitura do Rio de Janeiro.

No próximo domingo (15), será entregue ao Comitê Rio 2016 o campo de golfe para os Jogos. O equipamento foi também construído pela iniciativa privada, em parceria com o governo.

Caberá a partir de agora ao Comitê Rio 2016 promover a instalação das estruturas especiais no IBC, como rebaixamento de teto, iluminação definitiva, instalação de sistema de ar-condicionado. O centro funcionará 24 horas por dia durante os Jogos e tem capacidade diária para 10 mil pessoas. A obra foi iniciada em outubro de 2013. A geração e transmissão das imagens será responsabilidade da empresa OBS (Olympic Broadcasting Services), que começará agora a montar os estúdios das televisões.

O presidente do Comitê Rio 2016, também titular do COB (Comitê Olímpico Brasileiro), Carlos Arthur Nuzman, disse que os benefícios que estão sendo feitos pelos governos nos três níveis ficarão para a população, ao final dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos. Informou que 70 emissoras de TV do mundo inteiro já estão no Rio de Janeiro e começam a se instalar no IBC a partir de segunda-feira (9).  

Últimas