Novo Coronavírus

Rio de Janeiro Prefeitura do Rio busca novas maneiras de fazer o réveillon

Prefeitura do Rio busca novas maneiras de fazer o réveillon

Administração pública carioca diz que Riotur estuda modelos alternativos para a festa, que atrai mais de 3 milhões de pessoas, e que apresentará em breve

Réveillon 2021 será modificado por causa da pandemia

Réveillon 2021 será modificado por causa da pandemia

Divulgação/Riotur

A Prefeitura do Rio de Janeiro emitiu nota na tarde deste sábado (25) dizendo que a festa de Réveillon 2021 não será cancelada, mas remodelada.

Mais cedo, a imprensa havia noticiado que a Riotur anunciou a suspensão do Réveillon 2021 por causa da pandemia do novo coronavírus.

Segundo a nota, a tradicional festa na praia de Copacabana, que atrai mais de 3 milhões de pessoas todos os anos, está mantida, porém será adaptada à nova realidade da pandemia causada pelo novo coronavírus.

Leia mais: Colégios federais do Rio não devem ter aulas presenciais este ano

O documento da prefeitura destaca que nos próximos dias a Riotur apresentará ao prefeito Marcelo Crivella diferentes formatos possíveis para o evento da virada, sem presença direta de público, em um modelo virtual.

A ideia é atingir o público pela TV e pelas plataformas digitais, preservando prioritariamente a segurança das pessoas e considerando também uma atmosfera de reflexão e esperança diante de tantas perdas sofridas.

A nota também afirma que esse modelo alternativo vem sendo conversado, constantemente, com Alfredo Lopes, presidente do Hotéis Rio e do Conselho Deliberativo da ABIH-RJ.

"As ideias de formatos têm como base as conversas não somente com Alfredo Lopes, mas com representantes de outros setores envolvidos no réveillon. Trata-se de uma construção em conjunto", disse a nota.

Últimas