Rio de Janeiro Prefeitura do Rio demole construções ilegais em Ipanema

Prefeitura do Rio demole construções ilegais em Ipanema

Construções estavam inseridas em área ambientalmente protegida, com sérios riscos de deslizamentos, no Cantagalo

Cinco construções, com até três andares, foram alvo de embargos e notificações

Cinco construções, com até três andares, foram alvo de embargos e notificações

Divulgação/ Prefeitura do Rio

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente do Rio de Janeiro, com apoio da Secretaria de Conservação, iniciou na manhã desta quarta-feira (25), uma operação para demolição de construções ilegais no alto do Cantagalo, em Ipanema, na zona sul da capital fluminense. Para garantir segurança aos fiscais ambientais, policiais da UPP (Unidade de Polícia Pacificadora) Pavão Pavãozinho ocuparam os acessos à comunidade.

Cinco construções, ainda em fase inicial e que teriam até três andares, foram alvo de embargos e notificações por estarem sem nenhuma licença ou autorização do poder público, além de estarem localizadas em área não edificante.

“Essas construções em área ambientalmente protegida representam risco ao meio ambiente, à comunidade e às pessoas. Não podemos permitir que avancem e, portanto, atuaremos rigorosamente defendendo a sociedade desses crimes”, afirma Eduardo Cavaliere, secretário de Meio Ambiente.

Fiscais do Meio Ambiente constataram retirada de vegetação de mata atlântica no costão rochoso no local, apresentando sérios riscos de desabamentos e deslizamentos, com grave ameaça de dano e lesão à comunidade.

Devido ao difícil acesso, as demolições estão sendo realizadas manualmente, através de operários com marretas e marteletes portáteis.

A ação contou ainda com o apoio da Subprefeitura da zona sul. A região tem sido alvo de diversas operações de combate a construções ilegais pela Prefeitura do Rio.

*Estagiário do R7, sob supervisão de PH Rosa

Últimas