Rio de Janeiro Prefeitura do Rio demole prédio em área de proteção ambiental

Prefeitura do Rio demole prédio em área de proteção ambiental

Operação demoliu prédio em Botafogo, na zona sul; Unidade de Polícia Pacificadora Tabajaras e Cabritos deu apoio à ação

Construção irregular localizada em Botafogo, na zona sul do Rio

Construção irregular localizada em Botafogo, na zona sul do Rio

ESTADÃO CONTEÚDO/THENEWS2/JOSE LUCENA

A Prefeitura do Rio realiza, nesta quinta-feira (19), com apoio da UPP (Unidade de Polícia Pacificadora) Tabajaras e Cabritos, de Copacabana, na zona sul da capital fluminense uma megaoperação para demolir uma estrutura de um prédio irregular que estava sendo construído nos limites do Parque Natural Municipal Paisagem Carioca, na Ladeira dos Tabajaras, em Botafogo, na zona sul.

"Essa ação é mais uma prova de que a prefeitura segue atuando firme no combate aos crimes ambientais. Além da derrubada de mata, a construção representava um risco às pessoas", afirmou Eduardo Cavaliere, secretário de Meio Ambiente.

A operação, nas proximidades do Cemitério São João Batista, teve início pela manhã. Policiais da UPP ocuparam os acessos à comunidade. Por por volta das 6h, agentes da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e da Secretaria Municipal de Conservação chegaram ao local com vários operários, marretas e marteletes portáteis.

Ação contou com apoio da  UPP
 Tabajaras e Cabritos, de Copacabana, na zona sul

Ação contou com apoio da UPP Tabajaras e Cabritos, de Copacabana, na zona sul

ESTADÃO CONTEÚDO/ENQUADRAR/JOÃO GABRIEL ALVES

Em estágio inicial a médio, a obra já estava preparada para receber o terceiro pavimento em local onde havia uma floresta de Mata Atlântica. Parte de uma área de proteção ambiental foi destruída, além de ter sido construída em cima de uma escada hidráulica, onde escoam as águas pluviais. A construção não tinha licença da prefeitura e já havia sido embargada pela Secretaria de Meio Ambiente.

"Não podemos tolerar o que não respeita a legislação vigente e, em alguns casos, ainda oferece risco para a população e invade áreas de proteção ambiental. Conservar a cidade também é minimizar riscos e preservar vidas", disse Anna Laura Valente Secco, secretária de Conservação.

Não há informação de quantos pavimentos, muito menos de quantos apartamentos seriam construídos, pois a obra era completamente clandestina, sem plantas ou projetos apresentados. Inclusive, trazia sérios riscos de desabamento naquela localidade, com grave ameaça de dano e lesão à comunidade.

A ação contou com o apoio da Guarda Municipal. A Secretaria Municipal de Conservação ainda notificou e embargou diversas outras construções ilegais no interior da comunidade.

O Parque Natural Municipal Paisagem Carioca está inserido na malha urbana da cidade, situado entre os bairros do Leme, Copacabana, Botafogo e Urca e se destaca por suas belezas cênicas que compõem a paisagem da cidade, pela presença de áreas com infraestrutura de uso público e por sua malha de trilhas.

*Estagiário do R7 sob supervisão de PH Rosa

Últimas