Novo Coronavírus

Rio de Janeiro Prefeitura do Rio interdita sede do Jockey Club na zona sul

Prefeitura do Rio interdita sede do Jockey Club na zona sul

Ação ocorreu por meio da Secretaria Municipal de Fazenda por realização de atividade que não é considerada essencial

  • Rio de Janeiro | Raíza Chaves, do R7*

Documento foi colado em local visível no Jockey Club Brasileiro

Documento foi colado em local visível no Jockey Club Brasileiro

Divulgação

A Prefeitura do Rio interditou nesta segunda-feira (4) o Jockey Club Brasileiro, na Lagoa, zona sul do Rio.  A ação foi por meio da SMF (Secretaria Municipal de Fazenda) que fixou o documento por realização de atividade que não é considerada essencial durante o enfrentamento da pandemia provocada pelo coronavírus.

Veja também: Escola por Todos arrecada doação de alimentos para comunidades no Rio

O procedimento de interdição coercitiva se dá por causa da exigência de interdição das atividades de forma imediata e obrigatória após colocarem o edital de interdição em local visível no estabelecimento.

O evento do Jockey caracteriza a exploração de jogos e possibilitaria a realização de apostas, o que gera aglomerações em lojas de apostas da cidade. Essas atividades não são permitidas de acordo com as medidas para enfrentamento da pandemia.

O local será mantido sob fiscalização constante e caso o Jockey Club não respeite à interdição será notificado ao MPE (Ministério Público Estadual) onde fica caracterizado crime de desobediência previsto no Código Penal Brasileiro. Além disso, o estabelecimento poderá ser autuado, com multa diária no valor de aproximadamente R$ 891 e ter até mesmo o alvará de licença para estabelecimento cassado.

*Sob supervisão de Paulo Guilherme

Últimas