Rio de Janeiro Prefeitura remove 18 veículos na orla do Leme ao Pontal 

Prefeitura remove 18 veículos na orla do Leme ao Pontal 

Exceção vale para moradores e usuários de vagas especiais, devidamente identificados. Medida foi tomada para combater o novo coronavíus

Prefeitura remove 18 veículos na orla do Leme ao Pontal

Prefeitura remove 18 veículos na orla do Leme ao Pontal

Divulgação Seop/ Prefeitura do Rio

O decreto que suspende o estacionamento na orla do Leme ao Pontal, começou a valer nesta terça-feira (12), e 18 veículos já foram removidos pela Seop (Secretaria Municipal de Ordem Pública). A medida foi tomada para o combate ao novo coronavírus, porém moradores e usuários de vagas especiais poderão utilizar o estacionamento.

Os moradores devem deixar à mostra o seu cartão morador do sistema Rio Rotativo ou o comprovante de residência. Já usuários de vagas especiais devem expor o cartão obrigatório de beneficiário. A fiscalização acontece 24 horas, com 10 reboques.

A CET-Rio realizou, desde a segunda-feira (11), alterações nas placas de sinalização informando sobre as restrições de veículos em alguns bairros.

Depósitos municipais

Por conta da pandemia, os depósitos municipais (em São Cristovão e no Recreio dos Bandeirantes) estão funcionando apenas em dias úteis, das 8h às 17h. Com isso, se o veículo for removido na sexta-feira e não puder ser retirado no mesmo dia, o dono pagará duas diárias referentes a sábado e domingo. Se a remoção acontecer no fim de semana será pago apenas umas diária. Informações sobre a retiradas estão disponíveis no site da Seop.

Bloqueio em áreas da zona norte e oeste restringem acesso de veículos

O decreto que restringe a circulação de pessoas e o acesso de veículos particulares (exceto moradores e funcionários de serviços de entrega), em área com alto índice de aglomeração também começou a valer nesta terça-feira (12). As regiões ficarão isoladas por grades até a próxima segunda-feira (18). Ao todo, 250 guardas municipais e policiais militares farão a fiscalização das barreiras por 24 horas.

Os bloqueios começaram na manhã desta terça pela região do Largo do Verdun, no Grajaú; Avenida Edgard Romero (trecho entre a descida do viaduto Negrão de Lima até a altura da Escola Municipal Carmela Dutra), em Madureira; e na Rua Felipe Cardoso (altura do terminal do BRT do bairro), em Santa Cruz. À tarde, a área da Rua Sidônio Paes, em Cascadura, também foi interditada.

Ao longo do dia até quarta-feira (13), o bloqueio chegará, gradativamente, às outras oito áreas: Freguesia, Taquara, Guaratiba, Realengo, Méier, Tijuca, Pavuna e Cascadura. O planejamento visa reduzir o impacto causado pela mudança no trânsito e no transporte público de cada região, além de planificar as operações conjuntas com a Polícia Militar.

*Estagiária do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira

Últimas