Rio de Janeiro Preso grupo suspeito de disparar tiro que matou criança no Réveillon

Preso grupo suspeito de disparar tiro que matou criança no Réveillon

Segundo a Polícia Civil, traficantes do morro do Turano podem ter sido responsáveis pelo assassinato da menina Alice, de 5 anos

A Polícia Civil afirmou nesta terça-feira (12) ter prendido um grupo de traficantes do morro do Turano, na zona norte do Rio, suspeito de ser responsável pelo disparo que matou a menina Alice, de 5 anos, no Réveillon. 

Com trabalho de monitoramento e inteligência, a ação do DPGE (Departamento Geral de Polícia Especializada) deteve quatro suspeitos de integrar a facção criminosa que atua na comunidade. Entre eles está um menor de 16 anos. 

Um quinto homem ainda não identificado morreu após entrar em confronto com os agentes, segundo a polícia. Duas pistolas, drogas e dinheiro foram apreendidos na ação.  

Presos responderão por porte ilegal de arma de fogo

Presos responderão por porte ilegal de arma de fogo

Reprodução/ Record TV Rio

Em nota, a Polícia Civil disse que, de acordo com informações coletadas, "o grupo de traficantes preso hoje teria sido responsável por efetuar disparos de armas de fogo na noite de Réveillon que podem ter vitimado a menina de cinco anos". 

Os presos vão responder pelos crimes de tráfico de drogas, associação ao tráfico de drogas, resistência e porte ilegal de arma de fogo.

Já o adolescente apreendido foi encaminhado à DPCA (Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente).

*Estagiária do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira

Últimas