Rio de Janeiro Preso por torturar jornalista também agredia animal de estimação com soco-inglês

Preso por torturar jornalista também agredia animal de estimação com soco-inglês

Homem foi indiciado por maus-tratos contra pit bull pela Polícia Civil. Fêmea de 9 meses recebeu tratamento e foi adotada

  • Rio de Janeiro | Victor Tozo, do R7*, com Monique Pires, da Record TV Rio

Investigação é da 12ª DP

Investigação é da 12ª DP

Divulgação Polícia Civil

A Polícia Civil indiciou, mais uma vez, o homem preso por agredir a jornalista Ana Luiza Dias e mantê-la em cárcere privado em Copacabana, na zona sul do Rio. Os agentes investigavam a denúncia de maus-tratos em uma fêmea de pit bull do acusado.

De acordo com a delegada Natacha de Oliveira, da 12ª DP (Copacabana), a cadela de 9 meses era matida sem alimentação nem hidratação adequadas, além de ser agredida com o mesmo soco-inglês que foi utilizado pelo homem para atacar a ex-namorada Ana Luiza. 

Um laudo elaborado pela Secretaria Municipal de Proteção e Defesa dos Animais revelou, também, que o animal tem feridas características de escabiose, popularmente conhecida como sarna.

O animal estava abaixo do peso e tinha tamanho anormal para sua idade, de acordo com a avaliação dos especialistas. Após receber o tratamento, ela já foi adotada por um novo responsável.

*Estagiário do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira

Últimas