Rio de Janeiro Quatorze pessoas são presas em ação contra finanças da milícia

Quatorze pessoas são presas em ação contra finanças da milícia

Operação conta com o apoio do Procon e acontece no Terreirão e em Vargem Grande, na zona oeste

  • Rio de Janeiro | Ana Beatriz Araújo, do R7*

Quatorze pessoas foram presas em uma operação da Polícia Civil contra o braço financeiro da milícia no Terreirão e em Vargem Grande, na zona oeste do Rio, nesta quinta-feira (11). A ação conta com o apoio do Procon (Departamento Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor).

Operação visa asfixiar o braço financeiro da milícia

Operação visa asfixiar o braço financeiro da milícia

Divulgação

Entre os crimes investigados estão a exploração de atividades ilegais controladas pelo grupo paramilitar, cobranças irregulares de taxas de segurança e moradia, instalação de centrais clandestinas de TV a cabo e internet, comércio irregular de água e gás e GNV (Gás Natural Veicular) e construções ilegais.

Até o início da tarde, o  Procon havia fiscalizado dois estabelecimentos: um posto de combustíveis e um supermercado.

Rio pode multar locais que fizerem aglomeração no Carnaval

Um dos locais funcionava sem o certificado de registro de instalador e sem extintores de incêndio e sem certificado de aprovação do Corpo de Bombeiros. O alvará de funcionamento também não correspondia ao estabelecimento que foi interditado e teve um cilindro apreendido.

O outro local autuado foi um mercado, onde mais de 30kg de alimentos impróprios ao consumo entre carne moída, picanha, massa para pastel e iogurte foram descartados. 

A operação segue em andamento.

*Estagiária do R7, sob supervisão de PH Rosa

Últimas