Coronavírus

Rio de Janeiro Rio antecipa 2ª dose da Pfizer para pessoas com mais de 40 anos

Rio antecipa 2ª dose da Pfizer para pessoas com mais de 40 anos

Intervalo entre aplicação de primeira e segunda dose agora é de 21 dias; é a segunda antecipação em uma semana

  • Rio de Janeiro | da Agência Brasil

Aplicação de segunda dose da Pfizer foi adiantada no Rio

Aplicação de segunda dose da Pfizer foi adiantada no Rio

Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

A vacina da Pfizer já pode ser aplicada com intervalo de 21 dias ou mais entre a primeira (D1) e segunda doses (D2) nas pessoas a partir de 40 anos. A antecipação do intervalo foi anunciada nesta terça-feira (28) pela Secretaria Municipal de Saúde do Rio.

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, comentou a antecipação no seu perfil no Twitter. “Estamos antecipando a segunda dose da Pfizer de todas as pessoas com mais de 40 anos pra 21 dias. Basta procurar uma unidade e se vacinar. Já valendo hoje na parte da tarde! Bora vacinar!

O secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, também postou uma mensagem incentivando a vacinação antecipada. “Veio aí! Antecipação da segunda dose da Pfizer para quem tem 40 anos ou mais! O intervalo entre as doses foi reduzido para 21 dias ou mais. É o seu caso? Procure uma unidade de saúde e garanta seu esquema vacinal!"

Essa foi a segunda antecipação que a secretaria anunciou em uma semana. Na segunda-feira (20), a secretaria informou que a partir do dia seguinte a segunda dose da Pfizer poderia ser tomada por pessoas com 50 anos ou mais que receberam a vacina no município do Rio.

Dose de reforço

A secretaria decidiu também que os idosos com 60 anos ou mais que tomaram a D2 do esquema vacinal até 31 de março na cidade do Rio já podem receber a dose de reforço (DR) a qualquer momento. O calendário por idade que está em vigor continua valendo para quem tomou a D2 após essa data.

Últimas