Rio de Janeiro Rio: avenida Niemayer é totalmente reaberta após reparos

Rio: avenida Niemayer é totalmente reaberta após reparos

Em junho, a Geo-Rio precisou fazer intervenção no local para realizar reparos em tubulação

  • Rio de Janeiro | Márcio Mendes, do R7*

A avenida Niemeyer foi interditada em 2019 após chuva provocar deslizamento de terra

A avenida Niemeyer foi interditada em 2019 após chuva provocar deslizamento de terra

Karolaine Silva / R7 / Arquivo

A avenida Niemeyer, na zona sul do Rio de Janeiro, que estava funcionando em esquema de "pare e siga", voltou a ser totalmente reaberta na tarde desta segunda-feira (27). A via estava em obras há aproximadamente três meses.

Em junho, a Geo-Rio precisou fazer uma intervenção no local para realizar reparos em uma tubulação, que tinha influência no sistema de drenagem. Em decorrência do problema na avenida, ocorreu uma rachadura e parte da pista cedeu.

Também nesta segunda-feira, o asfalto no trecho afetado foi recolocado pela Secretaria de Conservação. A via foi totalmente liberada por volta das 16h pela CET-Rio.

Interdição da venida

A avenida foi interditada no dia 27 de maio de 2019, quando a Justiça do Rio de Janeiro determinou seu fechamento após um temporal que atingiu a cidade e provocou deslizamentos de terra na via suspensa.

Em junho de 2019 a Justiça manteve o fechamento até que as obras emergenciais fossem finalizadas. Em fevereiro de 2020, a prefeitura recorreu ao STJ pedindo a reabertura da via e obteve decisão favorável no dia 10 de março, após informar ter investido R$34 milhões em 56 intervenções ao longo da avenida Niemeyer até dezembro de 2019.

Em janeiro deste ano, presidente do STJ (Superior Tribunal de Justiça), Humberto Martins, negou um novo pedido do MP-RJ (Ministério Público do Rio de Janeiro) para interditar a avenida Niemeyer, no Rio de Janeiro.

A ARC Cível/MPRJ  (Assessoria de Recursos Constitucionais Cíveis do Ministério Público do Rio de Janeiro) recorreu ao STJ pedindo a suspensão de uma liminar que mantém a avenida aberta, depois que uma chuva em 30 de dezembro provocou novo deslizamento na Niemeyer, levando à interdição da via por algumas horas.

A Prefeitura do Rio defendeu a permanência da abertura da via, alegando que o deslizamento mencionado pelo MP-RJ teria sido um torrão de terra do tamanho de uma palma de mão.

*Estagiário do R7, sob supervisão de PH Rosa

Últimas