Coronavírus

Rio de Janeiro Rio de Janeiro distribui doses de vacinas contra covid-19 

Rio de Janeiro distribui doses de vacinas contra covid-19 

Secretaria Estadual de Saúde realiza entrega de 104 mil doses de Coronavac e 194.220 da Pfizer para 92 municípios

  • Rio de Janeiro | Rafaela Oliveira, do R7*, com Record TV Rio

Cidades fluminenses recebem novas doses da Coronavac e Pfizer nesta quinta (5)

Cidades fluminenses recebem novas doses da Coronavac e Pfizer nesta quinta (5)

Reprodução/Secretaria Estadual de Saúde RJ

O Rio de Janeiro realiza, nesta quinta-feira (5), a distribuição de 298 mil doses de vacinas contra a covid-19 aos 92 municípios. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, a entrega de 104 mil doses de Coronavac e 194.220 da Pfizer será concluída ao longo do dia. 

O imunizante do Instituto Butantan é destinado para 1ª e 2ª doses, já a Pfizer é apenas para a primeira. 

De acordo com informações da SES, as cidades do Rio de Janeiro, São Gonçalo, Maricá, Niterói e Itaboraí já retiraram a remessa ontem (4), na Coordenação Geral de Armazenagem, em Niterói, Região Metropolitana do estado.

Para regiões Norte, Noroeste, Baixada Litorânea e Costa Verde, os imunizantes serão distribuídos por três helicópteros, sendo um da Secretaria de Saúde e dois da Polícia Militar. As aeronaves partiram no início desta manhã do Grupamento Aeromóvel da Polícia Militar.

Já para os demais municípios, a entrega será feita por vans e caminhões, com escolta da PM. 

O secretário de Saúde, Alexandre Chieppe, afirmou que, com a circulação da variante Delta, é importante que os municípios fluminense continuem avançando na vacinação. "Independentemente da cepa do vírus ou da sua linhagem, a vacinação segue sendo a melhor medida de prevenção contra a covid-19", ressaltou Chieppe.

A Subsecretaria de Vigilância e Atenção Primária à Saúde ainda informou que vem reforçando rotineiramente com as secretarias municipais de Saúde a importância de responsáveis técnicos e gestores municipais organizarem ações de vacinação, respeitando a destinação das doses para a primeira ou segunda aplicação do esquema vacinal. Além disso, a distribuição dos imunizantes é feita de forma proporcional e igualitária a todos os municípios.

*Estagiária do R7, sob supervisão de PH Rosa

Últimas