Coronavírus

Rio de Janeiro Rio decide não reprovar por nota alunos da rede municipal

Rio decide não reprovar por nota alunos da rede municipal

Novo critério será frequência nas aulas em 2021; secretário de Educação disse que pandemia atrapalhou desempenho escolar

  • Rio de Janeiro | Inácio Loyola, do R7*

A Secretaria Municipal de Educação anunciou, nesta quinta-feira (16), que os alunos da rede municipal do Rio de Janeiro não serão reprovados por nota. O critério de aprovação será por frequência mínima nas aulas remotas ou presenciais durante o ano de 2021.

Frequência é novo critério de aprovação na rede municipal

Frequência é novo critério de aprovação na rede municipal

Reprodução/ Prefeitura do Rio

O secretário Renan Ferreirinha disse que o novo processo de aprovação se chama “contínuo curricular” e, segundo ele, foi recomendado por especialistas em educação.

Ainda de acordo com Ferreirinha, a pandemia da Covid-19 atrapalhou o desempenho escolar. Ele lembrou, ainda, que os alunos do sistema remoto tiveram um desempenho pior em comparação aos estudantes que acompanharam as aulas presencialmente.

“Esse ano de 2021 foi muito difícil. É injusto só reprovar no meio de uma pandemia e achar que isso vai resolver o problema”, afirmou em um vídeo publicado nas redes sociais.

De acordo com o secretário, cerca de 75 mil alunos tiveram dificuldades que poderiam impedir a aprovação por nota. Esses estudantes terão cinco horas de aulas a mais por semana em 2022, como forma de reforço escolar.

A Secretaria Municipal de Educação pretende anunciar, em breve, os alunos que vão, de acordo com o desempenho, precisar das aulas de reforço.

Para ser aprovado em 2021, o aluno precisa ter tido uma frequência mínima de comparecimento nas aulas online ou presenciais.

“Quem não apareceu na escola, quem não teve contato presencialmente ou no remoto não tem como passar de ano. Não pode ser uma festa”, disse o secretário.

A secretaria também vai entregar o material “Reforço Rio”, a partir de hoje, para todos os alunos da rede municipal com o objetivo de dar suporte aos estudos durante o período de férias.

Em 2022, o sistema de reprovação será normalizado e os alunos voltarão a ter as notas como critério de aprovação na rede municipal.

*Estagiário do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira

Últimas