Rio de Janeiro Rio: Dez pessoas são indiciadas por morte de estudante eletrocutada

Rio: Dez pessoas são indiciadas por morte de estudante eletrocutada

Maria Fernanda Ferreira de Lima tomou um choque ao tocar em barra de ferro. Caso ocorreu em abril de 2019

A Polícia Civil indiciou 10 pessoas pela morte de uma estudante de Odontologia de 20 anos em um festival de música no Terreirão do Samba, na região central, em abril de 2019.

Maria Fernanda tomou um choque ao tocar em barra de ferro

Maria Fernanda tomou um choque ao tocar em barra de ferro

Reprodução

Maria Fernanda Ferreira de Lima tomou um choque ao tocar uma barra de ferro. Ela foi socorrida à um hospital da região, mas não resistiu.

Após 19 meses de investigação, foram responsabilizados pelo crime: dois sócios da empresa que organizou o evento, quatro parceiros comerciais, um funcionário da Prefeitura do Rio, o proprietário de uma empresa que instalou placas de metal no local, um homem contratado por esta empresa para a instalação e um brigadista.

A 6ª DP (Cidade Nova) relatou ao MP-RJ (Ministério Público do Estado) o inquérito sobre a investigação do caso. Os indiciados vão responder por homicídio culposo (quando não há intenção de matar).

*Estagiária do R7, sob supervisão Bruna Oliveira

Últimas