Rio de Janeiro Rio fecha 160 estabelecimentos em quatro dias de fiscalização

Rio fecha 160 estabelecimentos em quatro dias de fiscalização

Desde as novas restrições adotadas pela prefeitura da cidade, 3.716 autuações foram registradas

A Prefeitura do Rio fechou 160 estabelecimentos e multou 91 bares e ambulantes de sexta-feira (12) até segunda-feira (15) em diversos pontos da cidade. Somente no quarto dia de fiscalização, após a adoção das novas restrições de combate à covid-19, 1.413 ações foram registradas, com 35 estabelecimentos fechados e 34 multas aplicadas a ambulantes, restaurantes e bares. Ao todo, foram registradas 3.716 autuações entre multas e interdições a estabelecimentos.

Prefeitura do Rio recebe denúncias de aglomeração

Prefeitura do Rio recebe denúncias de aglomeração

Divulgação/Prefeitura do Rio

A Seop (Secretaria Municipal de Ordem Pública), a Guarda Municipal e a Vigilância Sanitária tiveram o apoio da Polícia Militar para realizar a fiscalização. Os agentes de segurança realizaram comboios em diversos pontos da zona sul, Barra da Tijuca, Recreio dos Bandeirantes, Praia da Reserva, Praia da Macumba, Vila da Penha, Vista Alegre, Brás de Pina e Lapa. Locais que apresentavam altos índices de aglomeração e também registros de denúncias na central 1746 da Prefeitura do Rio foram alvos da força-tarefa em todo o município no final de semana passado.

Casal é preso com R$ 500 mil em anabolizantes, na zona oeste do Rio

Além das multas e interdições, a prefeitura notificou a não utilização de máscaras, aglomerações, infrações de trânsito promovendo reboques, encerramento de feiras e apreensões de mercadorias de ambulantes.

As novas medidas de restrição

Em vigor desde a última sexta-feira (12), as novas medidas de restrição contra a covid-19 proíbem a permanência das pessoas em vias públicas de 23h às 5h, a realização de eventos e festas em áreas públicas e particulares, incluindo rodas de samba, o funcionamento de boates e casas de espetáculos e a exposição à venda ou comercialização de bebidas alcoólicas em bancas de jornais e revistas. Além disso, o serviço nas praias e na orla marítima, inclusive comércio ambulante fixo e itinerante, pode funcionar até 17h, mas os estabelecimentos passam a funcionar com 40% da capacidade e mudam o horário de funcionamento:

Serviços: 8h às 17h
Administração pública: 9h às 19h
Comércio em geral: 10h30 às 21h

*Estagiária do R7 sob supervisão de Celso Fonseca

Últimas