Rio de Janeiro Rio: Polícia faz ação após tiroteio que deixou moradora morta

Rio: Polícia faz ação após tiroteio que deixou moradora morta

Operação Estopim terminou com três presos e três suspeitos mortos. A ação foi antecipada após tiroteio no Fallet-Fogueteiro

  • Rio de Janeiro | Ana Beatriz Araújo, do R7*, com Monique Bittencourt, Record TV Rio

A Polícia Civil fez, nesta sexta-feira (15), uma ação no Fallet-Fogueteiro, em Santa Teresa, na região central do Rio, após a noite de confrontos entre traficantes rivais na comunidade. A ação terminou com três presos e três suspeitos mortos.

Operação conta com 250 agentes da Polícia Civil

Operação conta com 250 agentes da Polícia Civil

Divulgação

A operação contou com 250 agentes. Além disso, foram apreendidos dois fuzis, duas pistolas, nove granadas e grande quantidade de drogas. Também foram recuperados nove veículos roubados.

A Operação Estopim foi antecipada depois que uma moradora foi morta durante o tiroteio. De acordo com a PM, uma segunda pessoa também morreu, mas a identidade ainda é desconhecida.

Polícia faz buscas por meninos desaparecidos em Belford Roxo

Informações obtidas pela Polícia Civil dão conta que o confronto teria começado após a organização criminosa que domina o local decidir invadir o Complexo do São Carlos, no Estácio.

Segundo a repórter Monique Bittencourt, da Record TV Rio, a moradora morta no confronto foi identificada como Fabíola Rodrigues de Souza, de 22 anos. O enterro vai acontecer nesta sexta-feira (15), no cemitério do Catumbi.

*Estagiária do R7, sob supervisão de PH Rosa

Últimas