Rio de Janeiro Rio: polícia identifica sete suspeitos de matar turista italiano no Morro dos Prazeres

Rio: polícia identifica sete suspeitos de matar turista italiano no Morro dos Prazeres

De acordo com delegado, turistas podem ter sido confundidos com policiais

Turistas erraram caminho ao entrar em comunidade

Turistas erraram caminho ao entrar em comunidade

Reprodução / Rede Record

A DH (Divisão de Homicídios da Capital) já identificou sete suspeitos de envolvimento na morte do turista italiano Roberto Bardella, de 52 anos, no Morro dos Prazeres. Segundo a Polícia Civil, a prisão deles já foi pedida à Justiça. Na manhã desta sexta-feira (9), o Batalhão de Choque da Polícia Militar está reforçando a segurança na comunidade.

Segundo o delegado titular da DH (Delegacia de Homicídios) da Capital, Fábio Cardoso, por conta do equipamento, traficantes podem ter atacado os turistas por achar que se tratavam de policiais em operação na comunidade. A dupla de turistas, que usava capacete com câmera acoplada e pretendia ir à praia após visitar o Cristo Redentor, se guiava por um aplicativo de navegação por GPS quando entrou por engano no Morro dos Prazeres. Eles foram recebidos a tiros por um grupo de cerca de 8 ou 10 traficantes. Um dos italianos sobreviveu ao ataque. PMs reforçam o policiamento no local e fizeram varredura no local logo após o crime.

Os criminosos mantiveram as vítimas reféns em um carro por cerca de duas horas, rodando com o veículo pela comunidade, até receberem ordens para se livrar do corpo e liberar o turista sobrevivente. Roberto Bardella, 52 anos, foi atingido por um tiro na cabeça e outro no braço.

Agentes da UPP (Unidade de Polícia Pacificadora) Prazeres encontraram o corpo na rua Cândido de Oliveira, no Rio Comprido. O segundo turista foi resgatado sem ferimentos em um dos acessos da comunidade. Ele foi encaminhado para a Deat (Delegacia Especial de Apoio ao Turista).

Os dois italianos estariam na cidade do Rio de Janeiro a passeio e teriam saído do hotel em Copacabana, onde estavam hospedados, para conhecer pontos turísticos. A dupla entrou no Brasil pela fronteira do Paraguai. As motocicletas foram recuperadas. Segundo a polícia, o sobrevivente está muito abalado após o crime.

Segundo o comando da UPP, policiais receberam a denúncia, por volta das 11h, sobre o desaparecimento dos dois turistas na comunidade. Eles foram encontrados após agentes realizarem um cerco na região. De acordo com o delegado Fabio Cardoso, da DH, o sequestro teria ocorrido por volta das 10h e os corpos encontrados por volta das 14h. Equipes do BPTur (Batalhão de Policiamento em Áreas Turísticas) prestam assistência à vítima. Diligências estão em andamento.

Últimas