Rio de Janeiro Rio retoma vacinação de grávidas e puérperas com Coronavac e Pfizer

Rio retoma vacinação de grávidas e puérperas com Coronavac e Pfizer

Decisão vale para quem tem algum tipo de comorbidade; imunização volta ser aplicada nesta quarta (12)

Resumindo a Notícia

  • Gestantes e puérperas com comorbidades voltam a se vacinar no Rio nesta quarta (12)
  • O Ministério da Saúde suspendeu temporariamente a aplicação da Astrazeneca/Fiocruz no grupo
  • Por enquanto, apenas vacinas da Coronavac e Pfizer estão autorizadas a serem aplicadas
  • É necessário apresentar laudo médico e avaliação da relação risco-benefício para vacinação
Coronavac e Pfizer vão ser aplicadas em grávidas e puérperas

Coronavac e Pfizer vão ser aplicadas em grávidas e puérperas

Sergio Moraes - 15/03/2019/Reuters

Gestantes e puérperas, mulheres que acabaram de dar à luz, que apresentem algum tipo de comorbidade voltarão a ser vacinadas contra a covid-19 pela Prefeitura do Rio de Janeiro. O anúncio foi feito na noite desta terça-feira (11), em nota divulgada pela SMS (Secretaria Municipal de Saúde).

O Ministério da Saúde suspendeu, temporariamente, a aplicação da vacina Astrazeneca/ Fiocruz em grávidas na última segunda (10). Com a orientação, a Secretaria Estadual de Saúde do Rio de Janeiro havia recomendado a interrupção da vacinação contra a covid-19 em gestantes e puérperas na terça (11), que será retomada a partir desta quarta (12).

“A Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro informa que retomará nesta quarta-feira, 12 de maio, a vacinação contra a covid-19 de gestantes e puérperas com comorbidade. Por orientação do Ministério da Saúde, serão aplicadas apenas as vacinas Pfizer e Coronavac, de acordo com a disponibilidade”, informou a secretaria.

Para receber a aplicação, é necessário apresentar laudo médico detalhado justificando a recomendação e avaliação da relação risco-benefício para a vacinação, além da assinatura do termo de esclarecimento, disponível no site coronavirus.rio/vacina.

Últimas