Novo Coronavírus

Rio de Janeiro Rio tem risco moderado para covid-19 em quase todas as regiões

Rio tem risco moderado para covid-19 em quase todas as regiões

Apenas Copacabana, na zona sul, manteve alto risco para o vírus; novas cepas e alta do número de subnotificações preocupam

  • Rio de Janeiro | Ana Beatriz Araújo, do R7*

Grande parte das áreas administrativas da cidade do Rio de Janeiro estão com risco moderado para covid-19. O dado foi divulgado nesta quinta-feira (4) pelo 9° boletim epidemiológico da prefeitura do Rio.

Paes anunciou medidas de restrições mais rígidas

Paes anunciou medidas de restrições mais rígidas

Divulgação

Apenas Copacabana, na zona sul do munícipio, se manteve com alto risco para o vírus. Apesar disso, Paes aumentou as medidas de restrição por conta da presença das novas variantes do coronavírus e da notificação de pacientes com "síndromes gripais". 

“É um dado que liga o sinal de alerta. Nosso objetivo é nos antecipar.", disse o prefeito Eduardo Paes. 

As novas medidas foram publicadas nesta quinta-feira (4), no Diário Oficial do município. Elas começam a valer às 17h de sexta-feira (5) e seguirão até, pelo menos, o dia 11 de março.

Entre elas, estão a proibição de permanência de pessoas em vias e áreas públicas das 23h às 5h; a limitação do horário de funcionamento dos bares, lanchonetes e restaurantes para 6h às 17h, com limitação de 40% da capacidade máxima; limitação de comércios e serviços com atendimento presencial, que só poderão funcionar das 6h às 20h. 

Além disso, quiosques, barracas comerciais e ambulantes em toda a orla do município estão proibidos de funcionar. Festas, eventos, feiras especiais, feiras de ambulantes, feirartes e os funcionamentos de boates e casas de espetáculo também não poderão funcionar. 

Apesar de adotar medidas mais rígidas de combate ao novo coronavírus, Paes nega que há superlotação na rede municipal de saúde e afirmou que o número de pacientes internados é um dos menores registrados na pandemia. Ele assegurou que os números registrados "são bons" - o aumento das medidas de restrição servem para manter esses dados. 

Paes também anunciou o aumento da multa para quem estiver desreipeitando o uso obrigatório das máscaras de proteção. O valor que era de R$ 112,48 passou para R$ 562,42. 

*Estagiária do R7, sob supervisão de PH Rosa

Últimas