Rio de Janeiro RJ: dois PMs são mortos em menos de 12 horas na Baixada Fluminense 

RJ: dois PMs são mortos em menos de 12 horas na Baixada Fluminense 

Portal Procurados lançou nesta quinta-feira (11) um cartaz para denúncias sobre os 28 agentes de segurança mortos, sem respostas, em 2020

  • Rio de Janeiro | Vinícius Andrade, do R7*, com Record TV Rio

Cartaz para ajudar nas denúncias foi lançado pelo Portal Procurados

Cartaz para ajudar nas denúncias foi lançado pelo Portal Procurados

Divulgação/ Portal Procurados

Os policias militares Eduardo Claro do Nascimento e Anderson Pereira Pinto foram mortos por criminosos durante um intervalo de menos de 12 horas em cidades da Baixada Fluminense.

Leia também: Casal é preso por torturar e manter jovem em cárcere privado no RJ

Segundo a Polícia Militar, o cabo Eduardo Claro de Nascimento, de 34 anos, estava de folga, quando teve o veículo alvejado a tiros por criminosos em São João do Meriti, na tarde desta quinta-feira (12).

O agente era lotado no 21º batalhão e entrou na corporação em novembro de 2011. Ele deixa três filhos e a esposa.

Na madruga desta sexta-feira (12), o policial Anderson Pereira Pinto, lotado no 19º BPM e outra pessoa não identificada, tiveram os corpos carbonizados dentro de um carro em chamas no bairro de Olinda, em Nilópolis.

De acordo com informações da Record TV Rio, uma testemunha contou aos policiais do 20ºBPM (Mesquita) que estava com os homens no veículo, quando foram cercados por criminosos armados. A testemunha conseguiu fugir e prestar depoimento à corporação.

A DHBF (Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense) instaurou um inquérito para apurar a morte e afirmou que diligências estão sendo feitas, testemunhas estão sendo ouvidas e a investigação está em andamento.

28 mortes de agentes sem respostas

O Portal Procurados lançou nesta quinta-feira (11) um cartaz para denúncias sobre os 28 agentes de segurança mortos, sem respostas, em 2020. Ação foi divulgada após a morte do agente Eduardo Claro do Nascimento

*Estagiário do R7, sob supervisão de PH Rosa

Últimas