RJ: Duque de Caxias autoriza volta às aulas de escolas privadas

Administração da cidade destaca que medida não vale para ensino superior ao infantil. Rede pública de ensino segue parada até o dia 15 de julho

Escolas devem cumprir 
protocolos de segurança sanitária

Escolas devem cumprir protocolos de segurança sanitária

Ronny Santos/Folhapress

A Prefeitura de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, autorizou a volta das aulas do ensino infantil e das creches nas escolas privadas, de forma facultativa, a partir desta segunda-feira (06). Para reabertura, os colégios devem cumprir protocolos de segurança sanitária.

Leia também: Prefeitura do Rio multa 56 bares e restaurantes em três dias de fiscalização

No decreto, a administração da cidade destaca que a medida não vale para ensino superior ao infantil, além de ressaltar que a rede pública de ensino segue parada até o dia 15 de julho.

De acordo com a prefeitura, as escolas devem cumprir uma série de medidas para a reabertura. Entre elas, está o uso de máscara de proteção facial, aferição de temperatura corporal, distanciamento social, utilização de álcool em gel, além de intensificar a higienização nas salas de aulas.

Segundo o município, o decreto foi elaborado a partir de dados colhidos pela área técnica da Secretaria Municipal de Saúde, que apontam “clara redução do número de casos confirmados do novo coronavírus na cidade”.

No entanto, de acordo com o último boletim divulgado pela Secretaria Estadual da Saúde, Duque de Caxias é a terceira cidade do Rio de Janeiro com maior número de mortos, com 454 óbitos. Em relação aos infectados da doença, o município aparece em quinto lugar no estado, com 3.341 casos.

*Estagiário do R7, sob supervisão de PH Rosa