Rio de Janeiro RJ: familiares de homem morto em Niterói acusam PMs de assassinato

RJ: familiares de homem morto em Niterói acusam PMs de assassinato

Testemunhas disseram que Elias de Lima Oliveira, de 23 anos, foi morto após abordagem de policiais militares no morro do Palácio

  • Rio de Janeiro | Márcio Mendes, do R7*, com Record TV Rio

A família de um homem que foi morto nesta quarta-feira (24) no morro do Palácio, em Niterói, região metropolitana do Rio, acusa os policiais de terem cometido o assassinato. 

De acordo com testemunhas que estavam perto do local, Elias de Lima Oliveira, de 23 anos, foi abordado por agentes da PM e logo em seguida os policiais teriam atirado contra o jovem. 

Elias foi levado ao Hospital Estadual Azevedo Lima, mas não resistiu aos ferimentos. Moradores da comunidade organizaram uma manifestação após a confirmação da morte do jovem. 

Em um primeiro momento, a PM informou que os policiais haviam sido atacados por bandidos enquanto realizavam um patrulhamento na área da comunidade. A equipe abordava um suspeito quando foi atacada a tiros, iniciando um confronto.

Ainda de acordo com a nota, após o término do confronto, um homem foi encontrado baleado e, com ele, foi recolhida uma pistola 9 mm.

Homem morre durante ação da PM

Homem morre durante ação da PM

Reprodução/Record TV

Em outra nota, a corporação informou que uma equipe abordava um suspeito quando foi atacada a tiros, gerando um confronto. Depois que a situação se estabilizou, um homem foi encontrado baleado e  levado ao Hospital Estadual Azevedo Lima, mas não resistiu.

"Meu irmão estava saindo para trabalhar. Infelizmente, meu irmão foi enquadrado porque a 'boca' estava próximo ao local onde ele estava passando", disse Leonardo de Lima Oliveira, irmão de Elias. 

*Estagiário do R7, sob supervisão de PH Rosa

Últimas