Rio de Janeiro RJ: Justiça mantém prisão do ex-vereador Jerominho 

RJ: Justiça mantém prisão do ex-vereador Jerominho 

Durante audiência de custódia, juíza determinou a transferência do ex-parlamentar para presídio de regime semiaberto

A Justiça decidiu, nesta sexta-feira (28), manter na cadeia o ex-vereador Jerominho após a defesa pedir o relaxamento da prisão. A juíza Daniele Lima Pires Barbosa determinou, ainda, na audiência de custódia, a transferência do ex-parlamentar para um presídio de regime semiaberto.

Jerominho foi preso nesta quinta (27)

Jerominho foi preso nesta quinta (27)

Reprodução/Record TV

A juíza ressaltou que os magistrados que atuam na CEAC (Central de Audiência de Custódia) não podem rever decisões de outros juízos ou analisar pedidos de substituições ao juízos naturais.

De acordo com Daniele Lima Pires Barbosa, se o mandado de prisão é válido e a decisão que ensejou sua expedição está inalterada, é vedado ao juízo da CEAC avaliar o pedido defensivo de liberdade ou substituição da prisão por outra medida, sob pena de usurpação de competência.

Jerominho, fundador de uma das maiores milícias do Estado do Rio, foi preso pela Polícia Civil, na quinta (27), após condenação definitiva pelo crime de extorsão majorada pelo emprego de arma de fogo.

As investigações apontam que ele extorquiu motoristas de vans na região de Campo Grande, na zona oeste do Rio, em 2015. Jerominho já havia sido condenado por outros crimes e cumpriu pena de 2007 até 2018, quando foi solto.

Últimas