Rio de Janeiro RJ: Patrulha Maria da Penha conquista prêmio internacional

RJ: Patrulha Maria da Penha conquista prêmio internacional

Ação do governo e da PM contra violência doméstica foi reconhecido em cerimônia da Organização das Regiões Unidas

Inciativa da PM ganhou prêmio

Inciativa da PM ganhou prêmio

Divulgação/Polícia Militar

O programa Patrulha Maria da Penha, de enfrentamento à violência contra a mulher no Rio de Janeiro, recebeu um prêmio da ORU (Organização das Regiões Unidas) em conjunto com o PNUD (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento), nesta quinta-feira (2).

A iniciativa, implementada pelo Governo do Estado através da Polícia Militar, foi reconhecida com um certificado na categoria “Boas Práticas Regionais”, em cerimônia virtual presidida na sede da ORU, em Barcelona. A premiação da ORU tem como objetivo identificar e aumentar a visibilidade de ações que produzam resultados notáveis, para permitir sua replicação em outros lugares do mundo.

Os agentes do programa já realizaram mais de 92 mil atendimentos à mulheres em situação de violência doméstica desde seu lançamento, em agosto de 2019, segundo o governo, sendo 84.764 ações de fiscalização de medidas protetivas. No período, 382 agressores foram presos.

Com apoio de outras instituições públicas e privadas e de entidades da sociedade civil, a Patrulha Maria da Penha também realizou ações sociais, como a distribuição de cestas báscias, roupas e kits de higiene e limpeza.

Ao todo, cinco iniciativas foram reconhecidas pela premiação neste ano:

1. “Wi-fi gratuito”, apresentada pelos gestores da Cidade do México (México);

2. “Guayas renasce com conectividade”, apresentada por GAD (Governos Autônomos Descentralizados) da Província de Guayas (Equador);

3.“Unidades produtivas de segurança alimentar familiar em modo de estufa (UPSAF)”, apresentada pelo Departamento de Antioquia (Colômbia);

4. “Patrulha Maria da Penha – Guardiões da Vida, apresentada pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro (Brasil);

5. “Observatório Pirenaico de Mudanças Climáticas”, apresentada pela Comunidade de Trabalho dos Pirineus (CTP) – cordilheira no Sudoeste da Europa entre Espanha e França.

*Estagiário do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira

Últimas