Rio de Janeiro RJ pode ter R$ 1 bi da Lava Jato para concluir obras do metrô, diz Witzel

RJ pode ter R$ 1 bi da Lava Jato para concluir obras do metrô, diz Witzel

Segundo governador,  juiz federal Marcelo Bretas, da 7ª Vara Criminal, já encaminhou um despacho para que AGU avalie a medida

Lava Jayo Metrô Linha 4

Witzel chegou a anunciar aterramento da estação da Gávea

Witzel chegou a anunciar aterramento da estação da Gávea

Divulgação/Governo do Estado

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, afirmou, nesta terça-feira (10), que o Estado pode receber até R$ 1 bilhão, de valores recuperados da Operação Lava Jatopara investir na conclusão das obras da Linha 4 do Metrô.

Leia mais: Vereador aciona Justiça para impedir aterramento metrô da Gávea

Segundo Witzel, o juiz federal Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal, já encaminhou um despacho para a AGU (Advocacia-Geral da União) com objetivo de que a medida seja avaliada.

"Não há esse dinheiro todo depositado. Esse dinheiro está sendo depositado. A questão agora é saber se esse R$ 1 bilhão é todo do Estado ou se tem que dividir com a União. Para o município, me parece que é muito pouco. O processo já foi despachado pelo juiz Bretas hoje. Já conversei com nossos senadores, em especial o Flávio Bolsonaro, para que intercedam junto à AGU para que seja decidido rapidamente deixar todo o dinheiro no Rio. Lá na frente, podemos discutir o montante que cabe à União e, caso seja necessário, o Estado pode ressarcir", disse o governador.

O impasse na conclusão da estação da Gávea, na zona sul, que integra a Linha 4 do Metrô, gerou polêmicas na última semana. Na quinta-feira (5), Witzel chegou a anunciar que, por falta de recursos para continuar a obra, o buraco escavado seria aterrado.

A proposta provocou reações por parte de moradores do bairro e parlamentares. Na segunda (10), o governador recebeu representantes do Poder Legislativo e da sociedade civil para debater o assunto. Técnicos da PUC-RJ (Pontifícia Universidade Católica) ofereceram um estudo baseado em cálculos e alternativas com intuito de viabilizar a entrega da estação da Gávea.

Paralisada desde 2015, a obra tinha previsão de conclusão para as Olimpíadas de 2016, no Rio. Alvo de investigação da Lava Jato por desvio de verbas, a Linha 4 do Metrô já custou cerca de R$ 8,5 bilhões aos cofres públicos.

Recentemente, uma vistoria técnica ainda apontou o risco de desabamento da estrutura subterrânea da estação da Gávea em razão do abandono da obra.