Operação Cadeia Velha apura que políticos do Rio receberam mais de R$180 milhões 

A Operação Cadeia Velha descobriu que políticos dos Rio autorizaram isenções fiscais às empresas de transporte e, em troca, receberam mais de R$ 180 milhões. As prisões dos empresários Lélis Teixeira, Jacob Barata Filho e Filipe Picciani, filho do presidente da Alerj (Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro), Jorge Picciani, é uma tentativa do MPF (Ministério Público Federal) de barrar o desvio de dinheiro público. Segundo os inestigadores, o esquema criminoso continou mesmo depois das prisões da Lava-Jato. Ao todo, foram expedidos dez mandatos de prisão, quatro de condução coercitiva e 35 de busca e apreensão.

  • Espalhe por aí:

Últimos vídeos

Todos os vídeos
Video_box_small.ico
Video_box_small.ico
Video_box_small.ico
Video_box_small.ico
Video_box_small.ico
Compartilhe

Twitter

Shopping

X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!
Access log
Access log