Rio de Janeiro RJ segue na bandeira vermelha por alto risco de contágio da covid-19

RJ segue na bandeira vermelha por alto risco de contágio da covid-19

Governo apontou melhora na situação da pandemia na Região Serrana, no Norte Fluminense e em parte da Região Metropolitana 

O Estado do Rio permanece na bandeira vermelha devido ao alto risco de contaminação pelo novo coronavírus.  A informação consta na 13ª edição do Mapa de Risco da Covid-19 divulgado na noite de sexta-feira (8).

Divulgação / Governo do RJ

Rio entrou na categoria vermelha no último dia 24. O Estado segue na classificação, apesar de ter reduzido o número de regiões, além do percentual da população, nesta condição. 

Segundo o levantamento, ao menos três regiões do Estado voltaram a apresentar baixo risco para doença. Entre elas está a Região Serrana, que registrou a melhor evolução em comparação à edição anterior, passando direto da bandeira vermelha para a amarela (baixo risco).

O Norte Fluminense saiu da classificação vermelha para a laranja (risco moderado). Já a Região Metropolitana II (de Niterói, São Gonçalo e municípios vizinhos) passou da laranja para a amarela. 

A única piora ocorreu na Região Centro-Sul, que saiu da bandeira laranja para a vermelha.

A análise compara a semana epidemiológica 50 (de 6 de dezembro a 12 de dezembro) com a 48 (de 22 a 28 de novembro).

O último boletim divulgado pela SES (Secretaria Estadual de Saúde), no dia 4 de janeiro, registrou 25.617 mortes por covid-19 e 439.345 casos confirmados da doença. 

Últimas