RJ teria superado 19 mil mortes por covid-19 sem isolamento, diz Witzel

Governador usou suas redes sociais para defender a eficácia das medidas adotadas pelo Estado para conter a pandemia do coronavírus

Witzel: 'lamento cada vida perdida para o covid-19'

Witzel: 'lamento cada vida perdida para o covid-19'

Fernando Frazão/Agência Brasil

O governador do Estado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), usou suas redes sociais para defender, neste sábado (23), a eficácia das medidas de isolamento social adotadas no combate ao coronavírus.

Leia mais: Seis dicas simples para se manter longe do novo coronavírus

Caso não tivesse adotado qualquer controle sobre a circulação de pessoas, o número de mortos no Estado já teria passado de 19 mil, apontou Witzel com base em projeções de órgão do governo.

Na postagem, o governador reproduz um gráfico elaborado pela Secretaria de Defesa Civil do Comando de Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro, mostrando que o número de mortes pelo novo coronavírus em território fluminense teria chegado a 19.280 no último dia 20 de maio, caso não tivessem sido adotadas quaisquer medidas de controle.

Leia mais: Veja dicas para economizar no supermercado em meio à pandemia

Com as medidas de isolamento social em vigor, houve 3.079 mortos pela covid-19 no Estado no período, conforme os dados locais.

wAs projeções da SEDEC/CBMERJ mostram que, se não tivéssemos tomado as medidas restritivas em 16 de março, nosso cenário seria muito mais triste. Seguimos firmes no enfrentamento ao vírus", declarou Witzel no Twitter, na tarde deste sábado.

As últimas informações do Ministério da Saúde, referentes ao dia 22 de maio, mostram que o Rio de Janeiro tinha 33.589 casos confirmados da doença e 3.657 mortos, com uma taxa de letalidade de 10,9%, conforme informado neste sábado (23) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) em site do órgão sobre panorama do coronavírus em todo o País.