RJ: Wilson Witzel decide manter isolamento social no estado

Decisão foi tomada durante reunião com secretários nesta quinta-feira (23); governador afirmou que ainda não há prazo para o fim do isolamento

Governador decidiu manter a quarentena no Rio

Governador decidiu manter a quarentena no Rio

Reprodução/Facebook

O governador Wilson Witzel decidiu manter o isolamento social no Rio de Janeiro, em reunião que ocorreu nesta quinta-feira (23). Witzel afirmou também que não há prazo definido para o fim da quarentena.

RJ: hospitais federais devem ser liberados para pacientes de covid-19

Em vídeo divulgado nas redes sociais, o governador disse que, apesar de estar sob controle, a curva de mortalidade e de contaminação ainda é alta e, por isso, há uma preocupação com qualquer reabertura de atividades econômicas. Ele acrescentou que enquanto os hospitais de campanha não forem inaugurados, não há possibilidade de flexibilizar o isolamento.

A medida tem o objetivo de evitar uma segunda onda de contaminações, que ocorreu nos países em que houve o relaxamento da quarentena. De acordo com Witzel, a tendência é de que a retomada das atividades seja gradual e regionalizada para reduzir aglomerações.

Até a última quinta-feira (23), o Estado do Rio registrou 6.172 casos e 530 pelo novo coronavírus.

Primeira-dama testa positivo para a covid-19

A assessoria do governo confirmou, na tarde de quinta-feira (23), que a esposa de Wilson Witzel, Helena Witzel, também está com a covid-19. O governador havia confirmado que estava com a doença no dia 14 de abril e, desde então, estava em isolamento em casa, no Palácio Guanabara.

A primeira-dama confirmou o diagnóstico positivo, após acompanhar Witzel numa consulta no Hospital Copa D'Or.

*Estagiária do R7, sob supervisão de PH Rosa