Novo Coronavírus

Rio de Janeiro RJ: Witzel diz que quem for flagrado em aglomeração será autuado

RJ: Witzel diz que quem for flagrado em aglomeração será autuado

Com apoio do MP-RJ, governador afirmou que estabelecimentos comerciais que não seguirem as regras vão ser fechados pela Polícia Militar

Governador vai endurecer medidas de isolamento no Rio

Governador vai endurecer medidas de isolamento no Rio

Divulgação/Governo do RJ

O governador do Rio, Wilson Witzel, anunciou nesta terça-feira (5) que vai aumentar a fiscalização para punir quem descumpre as medidas de isolamento social.

Segundo Witzel, as pessoas que forem flagradas em aglomerações serão encaminhadas para as delegacias e autuadas pelo crime de desobediência e responsabilizadas por seus atos.

A decisão foi tomada após uma reunião realizada pela manhã, por videoconferência, com representantes do MP-RJ (Ministérío Público do Rio de Janeiro) e do TJ-RJ (Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro), além dos secretários de Saúde e da Casa Civil.

Veja também: Prefeitura do Rio registra aumento de circulação de pessoas nas ruas

Witzel explicou que por recomendação do MP-RJ, a Polícia Militar vai fechar estabelecimentos comerciais que não estiverem cumprindo as determinações de isolamento. Os que não estão autorizados a funcionar, por não serem serviços essenciais, serão fechados e também multados por descumprimento das regras.

"Estamos intensificando essas medidas para impedir que a população se contamine e tenhamos mais pessoas indo para os hospitais públicos e privados, que estão no seu limite de atendimento neste momento", disse Witzel. 

Ainda de acordo com o governador, a decisão foi tomada devido ao aumento da população nas ruas. Wilson Witzel reforçou o pedido para as pessoas só saírem de casa para serviços essenciais, como compras de alimentos ou ir ao médico.

Segundos os dados divulgados, 60% da população estão nas ruas, o que pode elevar mais rapidamente a disseminação do vírus.

*Sob supervisão de Paulo Guilherme

Últimas