Rio de Janeiro Roubo de carga termina com duas pessoas baleadas no Complexo do Lins

Roubo de carga termina com duas pessoas baleadas no Complexo do Lins

Policiais da UPP trocaram tiros com criminosos da comunidade do Gambá

Caminhão e carga roubada foram recuperados pelos agentes

Caminhão e carga roubada foram recuperados pelos agentes

Reprodução

Uma troca de tiros entre policiais e criminosos terminou com duas pessoas baleadas na manhã desta segunda-feira (10), no Complexo do Lins, zona norte do Rio. Segundo informações do Comando da UPP (Unidade de Polícia Pacificadora) Camarista/Méier, o confronto começou por volta das 5h, após policiais flagrarem criminosos levando uma carreta roubada para a comunidade do Gambá. Os agentes tentaram abordar o grupo e foram recebidos a tiros.

No confronto, o motorista do caminhão foi atingido na perna e socorrido no Hospital Municipal Salgado Filho. Pouco depois, a PM foi informada sobre a entrada de um homem baleado no Hospital Naval Marcílio Dias, no Lins. Ainda não há informações sobre a identidade e estado de saúde da segunda vítima.

Os policiais conseguiram recuperar o veículo e a carga de mantas térmicas que haviam sido roubadas. Uma pistola e um bloqueador de sinal também foram apreendidos.

A intensa troca de tiros registrada no início da manhã levaram a suspensão das aulas em uma escola, deixado de atender pouco mais de 700 estudantes, segundo informou a Secretaria Municipal de Educação.

Desde semana passada, o clima é tenso na área do Complexo do Lins. Na última terça-feira (4), uma menina de 10 anos foi morta com um tiro na cabeça dentro de casa, na comunidade Boca do Mato. Segundo a polícia, Vanessa dos Santos foi mais uma vítima de bala perdida no estado, mas a família da criança contesta a versão oficial e acusa a PM. Além da menina, o subcomandante da UPP também foi atingido, mas sem gravidade.

Últimas