Rio de Janeiro Suspeito de integrar quadrilha de aborto envolvida em morte de Elisângela Barbosa é preso

Suspeito de integrar quadrilha de aborto envolvida em morte de Elisângela Barbosa é preso

Homem foi preso no Complexo da Maré nesta segunda-feira

Suspeito de integrar quadrilha de aborto envolvida em morte de Elisângela Barbosa é preso

Um homem foi preso nesta segunda-feira (13) suspeito de participar no aborto de Elizângela Barbosa, em São Gonçalo, no último dia 21. Segundo a Polícia Civil, Wagner da Silva, de 27 anos, foi preso quando saía da comunidade Nova Holanda, no Complexo da Maré, em Bonsucesso. Ele foi encaminhado para a Delegacia de Bonsucesso (21ª DP).

Elizângela Barbosa saiu de casa com o marido e os três filhos, no dia 20 de setembro, para ir até o ponto de encontro com o homem que ficaria encarregado de levá-la até a clínica de aborto em Niterói. Segundo a polícia, após complicações, ela foi abandonada no acesso de uma comunidade na região. Os traficantes teriam obrigado um morador a levar a jovem até o Hospital Estadual Azevedo Lima, onde ela morreu.

Os suspeitos cobraram cerca de R$ 2.800 pelo procedimento. Ainda segundo a polícia, o material cirúrgico foi encontrado dentro do corpo de Elizângela, que estava grávida de quatro meses. O material foi encaminhado à perícia para saber se foi utilizado durante o aborto.