Rio de Janeiro Suspeitos de furtar peças históricas são presos no Rio

Suspeitos de furtar peças históricas são presos no Rio

Quadrilha era especializada em roubar peças antigas. Ação dos criminosos conseguiram fugir e um receptador já foi identificado

Dois homens foram presos em flagrante no momento em que tentavam roubar uma estátua em um galpão da Prefeitura do Rio, nesta quinta-feira (24). Na ação, um receptador foi preso enquanto outros dois criminosos conseguiram fugir.

Leia também: PF prende secretária de saúde de Magé (RJ) por fraude em licitação

Dois homens foram presos em flagrante

Dois homens foram presos em flagrante

Reprodução/RecordTV Rio

O delegado da 6ª DP (Cidade Nova), responsável pelo caso, Tulio Pelosi, disse que os bandidos furtavam peças históricas, com um valor patrimonial. É o caso de canhões usados na Guerra do Paraguai, por exemplo. Depois, eles vendiam esses objetos em ferros velhos.

Segundo Pelosi, a urbanista responsável por cuidar das peças fez um registro de roubo na última segunda-feira (21).

A polícia entrou em contato com o galpão e verificou que havia outras pessoas cometendo o crime de furto qualificado. Assim, os policiais foram ao local para realizar a interceptação.

Houve troca de tiros durante a abordagem do carro utilizado pelos criminosos, mas segundo o delegado, os policiais não revidaram, apenas se protegeram.

A polícia agora tenta prender os outros receptadores. Um deles já foi identificado.

Leia também: Polícia Militar apreende mais de R$ 60 mil em droga em Maricá (RJ)

“Essas pessoas já fazem esse tipo de crime, que é o furto qualificado, direcionado para determinados receptadores. Um deles já está identificado e a gente está começando a pegar todos”, disse o delegado do caso.

*Estagiária do R7, sob supervisão de Odair Braz Jr.

Últimas