Rio de Janeiro "Tá difícil, mas vai melhorar", diz jogador do Flamengo que sobreviveu

"Tá difícil, mas vai melhorar", diz jogador do Flamengo que sobreviveu

No dia do incêndio, Filipe Chrysman publicou uma imagem com o brasão do clube em luto com a mensagem: "os amigos se foram" 

Jogador que sobreviveu ao fogo diz em redes sociais: "tá difícil, mas vai melhorar"

Jogador que sobreviveu ao fogo diz em redes sociais: "tá difícil, mas vai melhorar"

Arquivo pessoal

Apesar de terem conseguido escapar do fogo, os 13 jovens que sobreviveram ao incêndio no centro de treinamento do Flamengo, o Ninho do Urubu, localizado no bairro de Vargem Grande, na zona oeste do Rio de Janeiro, relatam dor e tristeza ao lembrar das chamas. 

Leia mais: Último auto de infração contra CT do Fla aconteceu em dezembro

Um deles é Filipe Chrysman, de 15 anos, que utilizou as redes sociais para desabar dois dias depois da tragédia. Pelo Instagram, ele publicou uma mensagem que dizia "tá difícil, mas vai melhorar". O jogador da categoria de base do Flamengo havia postado uma imagem com o brasão do clube em luto: "os amigos se foram", escreveu.

Leia mais: Tia de vítima não identificada de fogo critica clube: 'Não tem nada'

Nos comentários, internautas deixaram mensagens de apoio ao jogador, aos companheiros do clube e às famílias. Alguns ressaltaram "é um alívio te ver bem, uma tristeza sem tamanho pelos amigos que se foram."

    Access log