Taxa de ocupação em leitos de UTI atinge quase 90% no Rio

Somente na rede municipal, há 180 leitos exclusivos para a internação de pacientes com coronavírus. Atualmente, 163 pacientes estão internados

Hospital de Acari é referência para casos da covid-19

Hospital de Acari é referência para casos da covid-19

Prefeitura do Rio

A taxa de ocupação em leitos de UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) da rede pública no município do Rio de Janeiro já chega a 88,45% em meio à pandemia do novo coronavírus.

Covid-19: RJ registra o maior número de mortes nas últimas 24 horas

Em dados divulgados nesta quarta-feira (15), a Secretaria Municipal de Saúde, gestora plena do SUS (Sistema Único de Saúde) na cidade, confirmou que, no total, são 619 leitos em unidades municipais, estaduais e federais, incluindo hospitais universitários. 

Somente na rede municipal, há 180 leitos exclusivos para a internação de pacientes infectados pelo novo coronavírus. Atualmente, 163 pacientes estão internados. 

Ontem, após confirmar a importação de 180 toneladas de equipamentos de saúde da China, o prefeito do Rio, Marcelo Crivella, disse que o investimento - aliado às medidas de isolamento para frear o contágio do vírus - deve evitar que o sistema de saúde entre em colapso. 

"Com a vinda desses equipamentos, estamos tranquilos para enfrentar essa pandemia. Mas não quer dizer que podemos afrouxar as medidas", disse Crivella.