Rio de Janeiro Técnica de enfermagem é presa por furtar vacina em São Gonçalo

Técnica de enfermagem é presa por furtar vacina em São Gonçalo

Profissional de saúde pretendia aplicar dose do imunizante CoronaVac no marido

  • Rio de Janeiro | Laura Rocha, do R7* com Record TV Rio

Uma técnica de enfermagem foi presa por furtar dose de vacina contra a covid-19 do local em que trabalhava, no bairro Paraíso, em São Gonçalo, na noite da última terça-feira (13). A mulher, de 46 anos, foi flagrada pelos agentes do Programa São Gonçalo Presente com o imunizante Coronavac dentro de uma garrafa d’água. Ela pretendia aplicar a vacina em seu marido.

Técnica escondeu dose da Coronavac dentro de 
garrafa d'água

Técnica escondeu dose da Coronavac dentro de garrafa d'água

Reprodução/Record TV Rio

De acordo com o Programa São Gonçalo Presente, os agentes suspeitaram do comportamento da técnica, muito nervosa, saindo do posto em uma moto. Ao ser abordada, eles encontraram a garrafa e a encaminharam para a 73ª DP (Neves).

Para cometer o furto, a técnica de enfermagem teria reunido resquícios de frascos com o imunizante, que servem como uma margem de segurança em cada dose. No entanto, ela teria feito isso com o consentimento de uma coordenadora do posto de saúde. Por essa razão, as duas foram afastadas e podem ser exoneradas do serviço público.

Ambas as funcionárias da saúde responderão pelo crime de peculato – quando uma pessoa se aproveita de seu cargo para desviar ou roubar um bem público, no caso, a vacina.

“As investigações estão se desdobrando para verificar tanto se ela já tinha subtraído alguma vacina em momento anterior, bem como a participação de algum supervisor, outra técnica de enfermagem ou enfermeira na subtração. Qualquer pessoa que esteja associada a ela nessa prática responderá pelo crime de peculato, já que são funcionários públicos”, declarou o delegado da 73ª DP, Leonardo Macharet.

A Secretaria de Saúde de São Gonçalo alertou sobre os riscos de tomar o imunizante dessa forma, já que o armazenamento inadequado pode comprometer a eficácia e, até mesmo, a segurança da vacina.

Apesar disso, a secretaria confirmou que é feito o controle rigoroso de doses no posto. O calendário de vacinações seguirá como o previsto. Nesta quinta-feira (15), receberão a primeira dose os idosos a partir de 63 anos.

Últimas