Rio de Janeiro Transexual é presa suspeita de aplicar silicone em clientes no Rio

Transexual é presa suspeita de aplicar silicone em clientes no Rio

Ela era contatada pelas redes sociais e atendia na casa das pessoas. Todos os materiais apreendidos eram impróprios para uso

Material apreendido era impróprio para uso

Material apreendido era impróprio para uso

Reprodução

Uma transexual foi presa em Nilópolis, na Baixada Fluminense, nesta segunda-feira (31) suspeita de aplicar silicone industrial em glúteos de pessoas do Rio e de Minas Gerais.

Laudo aponta que queimadura causou morte de bebê em Niterói

Segundo a Polícia Civil, as clientes agendavam o atendimento pelas redes sociais e a recebiam em casa para realizar as aplicações.

A investigação revelou que a suspeita realizava procedimentos estéticos há dez anos, mas nunca teve nenhuma habilitação para realizá-los. Com ela, foram apreendidos anestésicos, tubos de silicone e seringas cirúrgicas. Todos os materiais eram impróprios para uso, de acordo com a Polícia Civil.

Pai prende criança em parapeito de janela na zona norte do Rio

Ela foi indiciada pela Decon (Delegacia do Consumidor) por vender e entregar mercadorias impróprias para consumo.

*Estagiária do R7, sob supervisão de Paulo Guilherme

Últimas