Morte de Marielle Franco
Rio de Janeiro Vereadora morta no Rio de Janeiro: 'Quantos jovens precisarão morrer?'

Vereadora morta no Rio de Janeiro: 'Quantos jovens precisarão morrer?'

Marielle Franco (PSOL) foi assassinada a tiros na noite desta quarta-feira (14). Pouco antes, ela transmitiu um evento no Facebook

Vereadora morta no Rio de Janeiro: 'Quantos jovens precisarão morrer?'

Vereadora Marielle Franco, assassinada nesta quarta-feira (14)

Vereadora Marielle Franco, assassinada nesta quarta-feira (14)

A vereadora do Rio de Janeiro Marielle Franco (PSOL) fez um questionamento no Facebook um dia antes de ser assassinada: “Quantos jovens precisarão morrer para que essa guerra aos pobres acabe?”.

A frase acompanhava a notícia da morte de um jovem de 23 anos morto a tiros na favela do Manguinhos (zona norte). Um dia depois, na noite desta quarta-feira (14), Marielle foi vítima de tiros e morreu junto com seu motorista, no centro da cidade do Rio de Janeiro.

Pouco antes de ser assassinada, a vereadora compartilhou com outras mulheres uma frase da escritora feminista Audre Lorde: “Não sou livre enquanto outra mulher for prisioneira mesmo que as correntes dela sejam diferentes das minhas”.

O evento “Jovens Negras Movendo as Estruturas”, que aconteceu na Lapa (centro), foi transmitido ao vivo no Facebook. Ao sair do local, a vereadora foi assassinada.

Militante e defensora dos direitos humanos, frequentemente a vereadora usava as redes sociais para denunciar possíveis violações da Polícia Militar em ações nos morros do Rio.

Assista à reportagem do Balanço Geral sobre o assassinato da vereadora:

Imprensa internacional repercute a morte de Marielle: