Ação contra roubo e receptação de celular prende seis em São Paulo

Operação Guaianazes IV  apreendeu dois notebooks e mais de R$ 32 mil com os suspeitos no centro da capital. Cerca de 80 policiais foram mobilizados 

Dezenas de celulares apreendidos

Dezenas de celulares apreendidos

Pexels

Seis pessoas foram presas e mais de 60 celulares apreendidos durante a Operação Guaianazes IV da Polícia Civil, realizada para combater roubos, furtos e receptação de telefones móveis no centro de São Paulo na terça-feira (4). Mais de R$ 32 mil, notebooks e anotações relacionadas à prática criminosa foram apreendidos.

Cerca de 80 policiais atuaram na operação, coordenada pela 1ª Delegacia de Polícia Seccional (Centro) e deflagrada pelo 3º Distrito Policial (Campos Elíseos), com apoio de todas as unidades distritais e especializadas subordinadas à seccional.

Dos seis detidos, um deles foi alvo de mandado de prisão por crime de furto. Os demais foram presos em flagrante. Um deles foi detido e indiciado por receptação, já que um celular suspeito foi encontrado com ele.

Um casal foi surpreendido em quarto de hotel com cinco aparelhos celulares - um deles com queixa de furto -, além de R$ 2 mil em dinheiro e quatro porções de maconha. Os dois suspeitos responderão por tráfico de drogas e receptação.

Outros dois homens foram detidos por receptação e associação criminosa, com oito celulares, sendo três de origem ilícita, além de dois notebooks e uma maquininha de cartão de débito.

Durante buscas nos imóveis alvos na Rua Guaianazes e redondezas, no centro da cidade, foram encontrados outros 49 celulares, produtos de crime ou com origem suspeita. Do total de aparelhos, sete tinham bloqueio criminal.

Além disso, ainda foram localizadas dezenas de documentos e manuscritos - muitos em dialetos estrangeiros. Os materiais foram apreendidos para perícia e auxiliarão nas próximas etapas da investigação.