São Paulo Ação da PM termina com baleados em comunidade da zona oeste de SP

Ação da PM termina com baleados em comunidade da zona oeste de SP

Segundo a Polícia Militar, policiais estavam atrás de dois homens que fugiram de abordagem quando foram atacados por moradores

Ônibus foi incendiado após ação da PM em comunidade

Ônibus foi incendiado após ação da PM em comunidade

Ronaldo Silva/Estadão Conteúdo

Moradores da comunidade do Sapê, na região do Rio Pequeno, zona oeste de São Paulo, afirmam que pelo menos três pessoas foram baleadas por policiais militares durante ação na noite do último domingo (19).

Segundo a PM, policiais entraram na comunidade depois que dois homens teriam fugido de uma abordagem na região, e foram perseguidos por PMs da Rocam (Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas).

Ainda de acordo com a versão policial, quando os agentes entraram na comunidade, foram atacados por centenas de moradores. A PM afirma ainda que uma viatura foi alvo de disparos de arma de fogo.

Conforme a Polícia Militar, os dois homens baleados, de 31 e 46 anos, derrubaram uma motocicleta da PM e tentaram desarmar um policial. Como resposta, o agente teria atirado e atingido os dois homens, que foram socorridos e detidos. Outras duas pessoas também ficaram feridas na ação, segundo a versão policial.

Vídeos obtidos (abaixo) pela reportagem e a versão dos moradores, no entanto, mostram policiais atirando em meio à comunidade e pessoas dizendo que os policiais atingiram algum morador com tiro.

Depois da ação, moradores da comunidade iniciaram uma manifestação e atearam fogo em pelo menos um ônibus na rodovia Raposo Tavares, altura do km 15, na mesma região.

Durante a ocorrência, o helicóptero Águia da Polícia Militar foi acionado e prestou apoio aéreo na região durante cerca uma hora. O caso deve ser apurado por meio de um Inquérito Policial Militar instaurado no 23º Batalhão.

Últimas