São Paulo Ação social atrai milhares de pessoas na zona leste de SP

Ação social atrai milhares de pessoas na zona leste de SP

Voluntários ofereceram assistência jurídica, assistência social, orientações de saúde e higiene bucal, serviços de beleza e distribuição de cestas básica

  • São Paulo | Giovanna Orlando, do R7

Ação oferecia assistência jurídica, orientação médica e serviços de beleza

Ação oferecia assistência jurídica, orientação médica e serviços de beleza

Edu Garcia/R7

O programa Unisocial-EVG atraiu milhares de pessoas no Campo do Sinhá, na zona leste de São Paulo neste domingo (26) com trabalho voluntário e ação social. No campo, voluntários ofereciam serviços de manicure, barbeiro, assistência jurídica, assistência social e orientação de dentistas e enfermeiros.

Pelo menos 5 mil pessoas eram esperadas na tarde de hoje, segundo o responsável pelo programa, Leandro Zangarini. Além dos serviços, o Unisocial também distribuiu cestas básicas e alimentos para os visitantes.

Todo último domingo do mês, o Unisocial organiza um mutirão de voluntários para atender as comunidades mais carentes de São Paulo, outros estados brasileiros e até fora do país.

“Nós procuramos com todos os nossos voluntários os lugares que têm mais dificuldade, a comunidade mais carente, que tenha dificuldade de acesso aos hospitais e clínicas. A gente sabe que, por mais que o governo faça a sua parte, infelizmente acabam sobrando brechas, e nós atuamos entre esses desfalques do governo”, explica Zangarini.

Ele também explica que os serviços escolhidos são os serviços básicos necessários para uma comunidade carente.

Pela tarde, as barracas mais disputadas eram a de barbeiros, orientação com a dentista e a de comida.

Cestas básicas foram doadas durante a tarde

Cestas básicas foram doadas durante a tarde

Edu Garcia/R7

Assistência jurídica

Os advogados Fabricio Citro, Maria Citro e Daniela Limberg ofereciam assistência jurídica aos moradores da Vila Sinhá, ouvindo as dúvidas e explicando onde eles deveriam ir e o que precisavam fazer nos seus processos.

“São dúvidas jurídicas mesmo como ‘Onde eu posso tirar o meu direito?’, ‘Eu tenho um processo em andamento’, ‘Eu tenho uma situação no trabalho, eu tenho uma situação ligada à area criminal, na área familiar, como eu resolvo?’, ‘O meu advogado está correto? Como eu faço?’”, exemplifica Fabricio Citro.

“Aqui é mais um serviço jurídico de utilidade pública, para esclarecer à população como procurar os seus direitos e como efetivar os seus direitos”, conclui.

Palestra sobre saúde bucal

A dentista Maria Aparecida Bezerra de Souza oferecia palestras sobre saúde bucal, a forma correta de escovar os dentes e esclarecer dúvidas da população durante a palestra em uma das tendas. Depois das explicações, eram distribuídos kits de saúde bucal.

A vontade de participar em um projeto social surgiu quando Maria Aparecida percebeu a carência e falta de informação da população mais pobre.

“Às vezes as pessoas tem muita cárie e eles não sabem como”, diz. “Como trabalhei em consultório eu vi muito isso, essa carência de explicar. Esses eventos são bons por isso, a gente trata, a gente ensina como escovar”.

Serviço de barbeiro era um dos mais disputados em ação social

Serviço de barbeiro era um dos mais disputados em ação social

Edu Garcia/R7

Equipe de enfermagem

Na tenda da enfermagem, 6 enfermeiras aferiam a pressão da população e tirava dúvidas relacionadas à saúde.

“Se aparece alguém com a pressão um pouco mais alta, a gente orienta o que fazer e o que não fazer, os sintomas que eles estão apresentando ou não, o que acontece com a pressão baixa”, explica a estudante de enfermagem Amanda Carbonel.

Outras tendas também ofereciam assistência social, comida e bebida e uma área inteira dedicada ao lazer das crianças, com pula-pula, pintura facial e distribuição de doces.

Últimas