São Paulo Adutora se rompe e alaga ruas e comércio em Cidade Tiradentes (SP)

Adutora se rompe e alaga ruas e comércio em Cidade Tiradentes (SP)

Para reparo na tubulação, abastecimento de água foi interrompido. Segundo a Sabesp, prejuízos ainda serão ressarcidos

  • São Paulo | Do R7, com informações da Record TV

Uma adutora da Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) se rompeu e um grande vazamento de água atingiu a avenida dos Metalúrgicos, em Cidade Tiradentes, na zona leste de São Paulo. Comércios, casas e carros ficaram alagados. As informações são da Record TV.

Imagens registradas por moradores mostram que, após o rompimento da adutora, uma coluna de água de cerca de 5 metros de altura se formou. O acidente aconteceu perto do hospital. A água invadiu a avenida, que mais parecia um rio. 

Os motoristas ficaram ilhados. Três carros e uma motocicleta que estavam estacionados chegaram a ser arrastados pela correnteza, surpreendendo moradores e comerciantes.

De acordo com a Sabesp, o rompimento foi em uma rede de água de 700 mm de diâmetro. Uma obra de melhorias no sistema era realizada no momento do incidente. O para-brisa da escavadeira foi atingido pelo concreto, que se soltou pela pressão da água. Apesar da queda do vidro, o operário da máquina não se feriu.

O sistema de abastecimento foi desligado pouco tempo depois do rompimento da adutora, mas a água demorou a baixar. O resultado foi o alagamento da avenida. Com o escoamento da água, foi possível ver o rastro de lama.

Adutora se rompe e alaga ruas e comércio em Cidade Tiradentes, na zona leste de SP

Adutora se rompe e alaga ruas e comércio em Cidade Tiradentes, na zona leste de SP

Reprodução Record TV

David trabalha no hospital a poucos metros do local. Ao deixar o plantão, viu que a água tinha invadido o carro. "Infelizmente eu estava trabalhando e aconteceu o incidente. Estourou o duto e veio a danificar todo o carro", diz.

A comerciante Vanessa Andrade tem uma loja de imóveis na região e conta o que presenciou: "Imaginei que estava acontecendo uma coisa muito grave porque as pessoas começaram a falar muito alto, ficaram muito assustadas na hora. Com a força da água da obra que está acontecendo lá na frente, arrastou as pedras até aqui".

Segundo ela, a água com lama também invadiu a loja, que já foi limpa, danificando a lateral de alguns móveis.

A Sabesp informou que prestará o apoio necessário aos afetados e vai orientá-los sobre o ressarcimento. Já os reparos na rede só devem terminar na tarde desta quinta-feira (21). Para o conserto, foi necessário interromper o abastecimento em Cidade Tiradentes, também nos Conjuntos Inácio Monteiro, Vila Iolanda, Prestes Maia e Castro Alves.

A comerciante Maria Assunção afirmou que não dava para ficar sem água: "A gente precisa de água para tomar um banho, para fazer um alimento e limpar a casa".

Últimas