São Paulo Advogado está entre os 7 presos por soltar balão na Grande SP

Advogado está entre os 7 presos por soltar balão na Grande SP

Segundo a polícia, homem confessou ação, foi preso em flagrante, mas pagou fiança de R$ 3 mil e já foi liberado com os demais

  • São Paulo | Edilson Muniz, da Agência Record

Um advogado de 44 anos está entre os sete homens detidos na noite de domingo (22), suspeitos de terem soltado um balão na Estrada Ettore Palma, na Vila Machado, em Franco da Rocha, na Grande São Paulo.

Segundo a polícia, o advogado confessou a ação e foi preso em flagrante. Ele assumiu a autoria da soltura, a propriedade dos balões e dos apetrechos e foi indiciado por crime ambiental e estabelecida fiança de R$ 3 mil. A pena prevista é de detenção de um a três anos ou multa.

Os demais foram ouvidos e liberados. O caso foi registrado como fabricar, vender, transportar ou soltar balões pela delegacia do município, onde a autoridade policial arbitrou fiança, conforme determina a legislação, que foi paga, e o advogado, liberado.

Material apreendido com suspeitos de soltar balões em Franco da Rocha

Material apreendido com suspeitos de soltar balões em Franco da Rocha

Divulgação

O caso

A Guarda Civil Metropolitana recebeu denúncias de balões sendo soltos na Estrada Municipal Ettore Palma. No local, os agentes flagraram o momento em que um dos artefatos começava a subir.

Alguns suspeitos fugiram em motos, mas outros sete baloeiros foram detidos. Diversos itens para a confecção de balão foram apreendidos, como maçaricos, fogos e estruturas.

O grupo afirmou aos agentes que eles estavam por lá algum tempo para a prática de soltura de balões e que não eram moradores de Franco da Rocha, eram de São Paulo e Rio de Janeiro.

Os suspeitos estavam próximo ao Parque Estadual do Juquery, que está em chamas desde às 9h de domingo, após um balão ter caído na região. As equipes investigam se o grupo tem envolvimento com o incêndio.

O caso foi registrado na Delegacia de Franco da Rocha. As investigações continuam, mas ainda não há vinculação com o incêndio do parque. Mesmo assim, os balões têm risco de causar novas destruições.

O Corpo de Bombeiros continua atuando para combater o incêndio no Parque Estadual do Juquery, em Franco da Rocha, 24 horas depois do início. Nesta segunda-feira (23), uma nova operação, que conta com o apoio do helicóptero Águia da Polícia Militar, foi desencadeada para conter os focos. Ao todo, 70 bombeiros participam da ação.

Últimas