Aéreas oferecem opções para quem teve voo afetado pela chuva em SP

Companhias recomendam que passageiros cheguem mais cedo e oferecem possibilidades para reembolso ou remarcar passagem sem custo

Aeroportos que atendem a Grande São Paulo registraram atrasos e cancelamentos

Aeroportos que atendem a Grande São Paulo registraram atrasos e cancelamentos

Márcio Neves/R7

Quem perdeu ou teve voo cancelado por conta dos transtornos causados pela forte chuva que atingiu São Paulo nesta segunda-feira (10) vai poder pedir o reembolso de suas passagem ou remarcar o bilhete sem nenhum custo nas principais companhias que operam nos aeroportos de Guarulhos e Congonhas.

Leia mais: FAB terá sistema de rotas para que aviões evitem mau tempo

Somente no aeroporto de Guarulhos, desde as 9h da manhã foram registrados 16 cancelamentos, 12 atrasos e 20 voos tiveram de ser alternados para outros aeroportos.  Já no aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo,  14 voos foram cancelados e outros 22 apresentaram atrasos.

Campo de Marte também ficou alagado

Campo de Marte também ficou alagado

Reprodução/RecordTV

Até mesmo a aviação privada sofreu impactos por conta da chuva. O Campo de Marte, na zona norte de São Paulo, por exemplo, viu sua pista e parte de seu pátio se transformarem em piscinas de água barrenta, afetando suas operações.

Orientações das Companhias

A Azul Linhas Aéreas informa que os passageiros que tiveram voos cancelados estão sendo acomadados em outros voos da mesma companhia.

A empresa afirma ainda que  "irá proteger todos os Clientes que não estão conseguindo chegar nos aeroportos" e que "as pessoas podem optar por remarcar seus voos para hoje ou amanhã sem custo. Ou também será possível solicitar o reembolso integral do bilhete".

Já a Latam informou que está oferecendo uma série de alternativas para minimizar o impacto dos transtornos da chuva para seus passageiros, entre elas remarcar os bilhetes dentro de algumas regras, sem multa, ou pedir o reembolso do valor pago pela passagem.

A companhia aérea orienta afirma ainda que "A LATAM segue avaliando a evolução da situação na cidade de São Paulo e recomenda que os clientes se programem para chegar mais cedo aos aeroportos. A companhia recomenda chegada com antecedência de 2 horas no caso de voos domésticos e de 4 horas para voos internacionais".

A Gol Linhas aéreas, por sua vez, também confirma que está prestando assistência ao seus clientes e que eles "poderão remarcar suas viagens de e para os aeroportos de Guarulhos e Congonhas, sem a cobrança de taxas e de acordo com a disponibilidade, ou solicitar reembolso com crédito integral de suas passagens para usar em futuros voos".

Em comum todas as companhias orientam que em caso de dúvidas, os passageiros devem entrar em contato pelos seus canais de atendimento.