Novo Coronavírus

São Paulo Aeroporto de Guarulhos (SP) tem aglomeração às vésperas do Natal

Aeroporto de Guarulhos (SP) tem aglomeração às vésperas do Natal

Longas filas de check-in foram condenadas pelo coordenador do Centro de Contingência do Coronavírus: "Inadmissível", afirmou João Gabbardo

  • São Paulo | Do R7, com informações da Agência Estado

Movimentação intensa de passageiros na área de embarque do Terminal 2 do Aeroporto Internacional de São Paulo, em Cumbica, Guarulhos, nesta terça- feira (22)

Movimentação intensa de passageiros na área de embarque do Terminal 2 do Aeroporto Internacional de São Paulo, em Cumbica, Guarulhos, nesta terça- feira (22)

TIAGO QUEIROZ / ESTADÃO CONTEÚDO - 22.12.2020

As longas filas de check-in que lotam corredores dos terminais do aeroporto internacional de Cumbica, em Guarulhos, na região metropolitana de São Paulo, voltaram a ser registradas nesta terça-feira (22), nas vésperas do feriado de Natal, celebrado na sexta-feira (25). Na segunda-feira (21), as mesmas imagens foram registradas.

Leia também: Comércio popular de SP volta a ter aglomerações às vésperas do Natal

A situação foi condenada pelo coordenador do Centro de Contingência do Coronavírus, João Gabbardo, em entrevista coletiva concedida pelo governo do estado de São Paulo.

"Não tem como explicar que administração tenha deixado ocorret o que aconteceu ontem no aeroporto de Guarulhos. Empresas aéreas não estão tendo planejamento e cuidado com atendimento das pessoas que vão lá fazer check-in. Problema de planejamento. É inadmissivel", afirmou Gabbardo, que orientou passageiros a avaliarem se vale a pena correr o risco de viajar nestas condições. 

Veja também: Secretário de SP quer exigir volta de alunos e professores

Também nesta terça-feira, 22, o aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo, apresentava filas de passageiros no check-in de embarque. Apesar de usarem máscaras, alguns não respeitavam a distância de 1,5 metro entre uma pessoa e outra recomendada pelos especialistas.

Festas de fim de ano

As comemorações de Natal e ano-novo devem aumentar em 8% o volume de passageiros no aeroporto de Guarulhos, segundo previsão da concessionária GRU Airport. O aeroporto é o maior da América do Sul e o segundo maior da América Latina.

A expectativa reafirma a tendência de recuperação do setor. Entre os dias 1° e 30 de novembro, foram mais de 1, 9 milhão de viajantes, aumento de 12% em relação a outubro. Os números, no entanto, ainda estão distantes do período anterior à pandemia.

Em 2019, foram 2,4 milhões de passageiros entre 20 de dezembro e 6 de janeiro de 2020. Atualmente, são 28 empresas em operação para 29 destinos internacionais. Isso representa uma retomada de 58%.

Mesmo com o aumento de casos e mortes causadas pelo novo coronavírus, dezenas de passageiros decidiram que não dava para adiar mais as viagens.

O gerente comercial Antonio Pedro Ribeiro resolveu que era o momento de rever os pais, em João Pessoa (PB) após mais de um ano de distanciamento. A viagem será curta, apenas dez dias. "Estou tomando todos os cuidados, mas preciso recarregar as energias para o ano que vem", diz o viajante de 48 anos com um bilhete da Latam para 16h. "Eu tinha comprado a passagem quando os casos diminuíram e parecia que a situação ia se normalizar. Não consegui adiar ou trocar o bilhete."

O desafio do aeroporto e das companhias aéreas é evitar as cenas de aglomeração registradas no final de semana. Vídeos amadores que circulam pelas redes sociais nesta terça registraram grandes filas gigantescas e passageiros muito próximos uns dos outros no saguão de embarque do Terminal 2.

A GRU Airport afirmou que "continua seguindo todas as recomendações emitidas pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e cooperando com órgãos federais e companhias aéreas no enfrentamento à pandemia da covid-19, bem como na prevenção da transmissão de quaisquer doenças infecto contagiosas entre funcionários e passageiros a partir das medidas, como a recomendação para o uso de máscaras, aferição de temperatura e abastecimento de 300 dispensers de álcool em gel", entre outras".

A companhia aérea Gol, onde se localizaram as filas de passageiros, informou que o transtorno foi causado por uma queda de energia. "Sobre as imagens que estão circulando nas redes sociais, a Gol esclarece que elas são referentes ao último domingo (20/12), decorrentes de uma queda de energia no Aeroporto Internacional de Guarulhos na noite de sábado (19). O incidente afetou o funcionamento dos terminais 2 e 3 deixando as companhias aéreas sem sistema. A situação foi normalizada no próprio domingo, quando o atendimento aos Clientes deixou de ser feito de forma manual com o retorno dos sistemas."

Fase vermelha

Nesta terça, o governo de São Paulo anunciou que nos períodos de Natal e Ano Novo, todo o estado vai regredir à fase vermelha do plano de flexibilização da quarentena. Entre os dias 25 e 27 de dezembro e 1 e 3 de janeiro só poderão funcionar os serviços considerados essenciais. Após a medida, nenhuma região do estado voltará à fase verde do plano. 

Aglomeração no aeroporto de Guarulhos

Aglomeração no aeroporto de Guarulhos

TIAGO QUEIROZ / ESTADÃO CONTEÚDO - 22.12.2020

Leia também: PM reforça segurança nos comércios populares de São Paulo

A medida é uma resposta ao aumento do número de casos e mortes por covid-19 em São Paulo. O estado registra nesta terça-feira 1.398.757 casos e cerca de 45 mil mortes desde o início da pandemia. Houve aumento de 54% do número de casos nas ultimas quatro semanas e de 34% dos óbitos.

Últimas